Um protestante que debate contra nós e diz que não se deve debater

0

“(…)Esses debates, não são da vontade Dele, portanto, amados, vivam o que Ele ordenou: Amar Deus sobre todas as coisas e amar ao próximo como a si mesmo. Quem não é Criador é servo.(…) Não precisamos mais esperar por ninguém, acordem desse sono profundo e sintam o poder de viver com o Espírito Santo de Deus.(…)”

Recebido em 8/7/99A vontande do Deus Trino (Trindade)=Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo é que todos sejam salvos, que vivam em paz, porque o seu fruto é o amor, a alegria, a mansidão, o domínio próprio, bondade, etc…

Esses debates, não são da vontade Dele, portanto, amados, vivam o que Ele ordenou:

Amar Deus sobre todas as coisas e amar ao próximo como a si mesmo.

Quem não é Criador é servo. Ao Criador toda honra e glória para sempre. Amém.

Bem aventurados os que não viram Jesus mas creram que ele é o Deus Filho, enviado pelo Pai para ser o último dos sacrifícios, que pagou o maior preço pela vida eterna da humanidade, resgatando definitivamente e eternamente os homens.

No momento do Seu nascimento Ele venceu todos os nossos inimigos e expulsou todos das regiões celestiais (apo 12)

Seu ministério é a escola que devemos conhecer e praticar.

Disse Deus: “Quem crer em Jesus e for batizado será salvo”    Sua graça nos basta.

Disse Deus:  “Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém chega ao Pai se não odedecer ao Filho.”

Peço à Deus para ouvir minhas orações, em nome de Jesus e confio no Senhor porque Ele me libertou e me adotou no seu Reino de graça, fora todo paganismo, falcidades, mentiras, cegueira espiritual, surdez espiritual.

Não precisamos mais esperar por ninguém, acordem desse sono profundo e sintam o poder de viver com o Espírito Santo de Deus.

A Paz esteja convosco e que Deus lhes abençoe.

V.G.

* Resposta

Respondido em 9/7/99

Prezado V, Salve Maria!

Agradeço seu e-mail, mas não posso concordar com todo o seu conteúdo.

Nosso Senhor Jesus Cristo não veio “trazer a paz, mas a espada”, conforme suas próprias palavras.

A caridade para com o próximo não pode ser confundida com cumplicidade para com o erro.

Ou se ama a verdade e se combate o erro, ou não se ama verdadeiramente a Deus, “caminho, verdade e vida”.

Nós temos que “evangelizar” todo o orbe, pois foi essa a ordem que Nosso Senhor nos deu. É certo que devemos ter compaixão com o próximo, mas não podemos deixá-lo no erro. E não foi isso que nos ensinou Nosso Senhor? Veja as discussões dele com os fariseus… Analise os combates de todos os profetas do Antigo Testamento. A santidade pede um combate contínuo, em primeiro lugar contra nós mesmos. É por isso que nos diz S. Paulo: “O Céu é dos violentos”.

Querer estabelecer a unidade entre a luz e as trevas, entre Deus e o demônio, isso não é fazer a vontade de Deus, mas o seu oposto, pois, como disse o profeta Simeão: “este menino está posto para a perdição e a salvação de muitos em Israel”. Ou seja, Ele é o “sinal de contradição” que divide as águas.

Quem não corresponde à Graça de Deus, Valmir, não será salvo. É por isso que também não posso concordar com suas palavras: “sua graça nos basta”. É necessária a correspondência da criatura à essa graça. E, para termos essa correspondência, temos que “vigiar e orar”, sobretudo contra as teorias que o coração dos homens criou.

O objetivo da nossa página é mostrar a unidade da doutrina de Nosso Senhor Jesus Cristo e despertar, nos corações dos homens, o arrependimento necessário para que se faça eficaz a Sua graça.

Esperando tê-lo ajudado a compreender um pouco mais da doutrina católica, despeço-me,

Seu em Cristo e Maria,

Frederico Viotti
Frente Universitária Lepanto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here