Sir Winston Churchill é sem dúvida uma das maiores personalidades do século XX. Com o título de “O Pai da Nação ”, guiou a Inglaterra durante um dos momentos mais críticos e sombrios da história; a segunda guerra mundial seguida da guerra fria.

Uma figura controversa e de personalidade forte, agradou e desagradou a muitos durante os anos em que esteve afrente do parlamento britânico. Contudo, ao fim de sua vida era impossível negar sua postura heroica e necessária para o momento histórico. Desagradou porque nunca vendeu sua personalidade e caráter para agradar a maioria. Não pregou o pacifismo, mas a guerra. Não pronunciou palavras que as pessoas queriam ouvir, mas palavras que as pessoas precisavam ouvir. Não criou um redoma imaginário de mundo ideal e fantasioso. Não prometeu flores, mas o suor do trabalho e o sangue do sacrifício sem o qual não há vitória. Enfim, forjou homens e mulheres para lutar.

“Nós lutaremos nas praias, nós lutaremos nos campos, nós lutaremos nas colinas, nós nunca nos renderemos.”

Churchill, inspiração de Jair Messias Bolsonaro

Estas palavras, capazes de definir o destino de uma nação encontram eco no atual momento político na voz do futuro presidente do Brasil. Em seu primeiro discurso, garantiu que seu governo estará sustentado na Sagrada Escritura e na Constituição. Tomou como exemplo e modelo o grande homem que descrevemos acima. Esperamos que, como o primeiro, seja também ele, de fato, o pai da grande nação que é Brasil. Pátria com vocação altíssima.

Enfim, estudar a história é um prazer e privilégio próprio dos seres humanos. Hoje, mais do que estuda-la, temos a oportunidade de viver a história. Brasil!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.