Jair Messias Bolsonaro é o nome do candidato improvável que faz até a barba fétida de Marx tremer. Durante anos as eleições presidenciais não tiveram sequer um candidato de direita com chances reais de chegar ao poder. Hoje, o fenômeno Bolsonaro abre um rombo na hegemonia esquerdista.

Deputado Federal pelo Rio de Janeiro, Jair Bolsonaro tornou-se conhecido pelo seu posicionamento firme e inquebrantável

O atual episódio político que vivemos faz-me lembrar de quando eu estava nos últimos anos do ensino fundamental. Na época, um rápido diagnóstico era capaz de revelar em mim “sérias e preocupantes tendências conservadoras” (para terror dos professores). Nesse ínterim, fiz amizade com outro aluno, hoje sargento do exercito, que também sofria do mesmo mal que eu.

Conversávamos horas sobre as grandes figuras da história, como Carlos Magno, Sir Winston Churchill entre outros. Na época, acompanhávamos a trajetória do Deputado Bolsonaro e dizíamos que seria bom para o Brasil ter um presidente como ele. Evidentemente todos riam dos dois amigos “delirantes”.

Ora, o tempo passou, e o sorriso esnobe dos colegas e professores foi ficando cada vez mais amarelo. O ar de superioridade deu lugar a uma face perplexa de terror e espanto. Expressões que podem ser facilmente observadas na grande mídia e no desespero histérico de artistas, cantores, jornalista, políticos, professores e demais simpatizantes de esquerda.

A “minoria oprimida”  parece agora uma criança mimada fazendo birra no chão do shopping ao perceber que não será feita a sua vontade. O discurso vazio e chavões da esquerda já não fazem mais efeito para os ouvidos que se abriram para a verdade.  A máscara esquerdista de justiceiros da pátria está em estilhaços aos pés da nação que se levanta.

A direita delirante parece já não ser mais tão delirante assim. E o candidato improvável passou a ser agora o candidato mais provável de vencer estas eleições.

2 COMENTÁRIOS

  1. Apesar do texto ter um caráter pessoal “… quando eu …”, Le Panto tem o péssimo habito de não informar os autores, quando informa são autores na maioria que não se consegue encontrar biografia, contato pessoal etc. Este texto é de algum “anônimo” que com certeza representa uma “equipe” Le Panto que também não se sabe quem é.
    Quanto ao texto, Bolsonaro, como Trump, são meros “símbolos” de uma fase política porque passa o mundo. As pessoas mais bem informadas pela internet (os noticiários e os “sábios” continuam mentindo, está dando o recado: CHEGA DE CACIQUES E PAJÉS MENTIROSOS. Infelizmente, quem escolhe os candidatos são os novos pajés “banqueiros” (antes eram os religiosos). Nos EUA foram apresentados o falastrão Tump e o poste Hillary, no Brasil o militar Bolsonaro e o imbecil Haddad . Claro que tanto Trump como Bolsonaro respondia melhor ao povo. Trump está dando o recado do povo americano, ainda que na sua linguagem de dinossauro. Vamos ver como Bolsonaro vai dar, até agora, é disparadamente melhor do que qualquer coronel do poder ou comunista que se candidataram.
    Os EUA estão tentando recuperar seus estadistas que cessaram com Kennedy (depois só maritacas), e o Brasil está tentando encontrar um que nunca teve. O Estadista tem 80% de moral e ética, e 20% de intelectualismo! Esperemos que Bolsonaro tenha esses 80%. arioba

  2. bolsonaro é um canditado de extena direita de linha tirana corporativista. È totalmente anticristão, anti-católico. É racista, violento nazi-facista. Jesus é amor e miseericódia. Ele dissemina ódio , divisão, mentira. Trará o caos ao nosso amado País. Eo o pior de tudo é maçon-protestante. Não é exemplo para católico. Divorciado várias vezes . É contra a mulher, propaga o estupro e o aborto. TODO PROTESTANTE ODEIA NOSSA SENHORA. Deus nos proteja dessa criatura luciferina maligna.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.