Novo Código Penal – uma nova moral – uma nova religião: Palestra do Pe. Paulo Ricardo

0
Palestra promovida pelo Instituto Plinio Corrêa de Oliveira sobre novo Código Penal atraiu grande público em 25/10.

O Instituto Plinio Corrêa de Oliveira promoveu mais um importante evento no auditório do Club Homs, na Avenida Paulista, em 25 de outubro p.p. Desta vez o conferencista convidado foi o Pe. Paulo Ricardo, que proferiu a brilhante palestra “Reforma do Código Penal – Início da perseguição religiosa no Brasil”.

O Pe. Paulo Ricardo pertence ao clero da Arquidiocese de Cuiabá (MT). É licenciado em Filosofia pelas Faculdades Unidas Católicas de Mato Grosso – FUCMAT, Campo Grande, MS (1987); bacharel em teologia (1991) e mestre em direito canônico (1993) pela Pontifícia Universidade Gregoriana (Roma).

O público superlotou o auditório, sendo necessária a utilização de um telão na sala anexa, para que todos os presentes pudessem acompanhar o evento. O experiente palestrante iniciou fazendo um resumo do projeto de novo Código Penal, mostrando como ele impõe aos brasileiros uma nova “moral”, que constitui a negação radical de todos os princípios católicos, em particular os “princípios não-negociáveis” citados recentemente pelo Papa Bento XVI. Entre os princípios mais atacados estão especialmente a defesa da vida humana inocente desde a fecundação até a morte natural e a família monogâmica e indissolúvel entre um homem e uma mulher.

O novo Código Penal legaliza o aborto até a 12ª semana de gestação, abre as portas para a eutanásia e o infanticídio, promove a prática homossexual e persegue por “discriminação” todos que, ainda que pacificamente, se oponham a tal vício. Tal projeto legislativo dá mais um passo rumo a um estado socialista que dita leis iníquas e as impõe com mão de ferro.

O conferencista sublinhou o caráter persecutório da nova lei, e mostrou como os autores do projeto agiram de má fé, colocando parágrafos e mais parágrafos aos quais o público dificilmente terá acesso. De uma hora para outra cairá sobre o País um conjunto de leis com caráter totalitário e anticristão, de onde a necessidade de estudarmos o mencionado projeto a fundo e denunciar seus objetivos.

Ao final da palestra, o Pe. Paulo Ricardo respondeu a diversas perguntas dos presentes, e conclamou o auditório a unir esforços, fazer frente aos projetos iníquos que aparecem daqui e de lá, e se prepararem para a batalha, revestidos da graça de Deus.

Dr. Adolpho Lindenberg, presidente do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, encerrou a sessão confirmando a necessidade de que todos os católicos se unam para combater o inimigo comum, que quer jugular todos os bons.

Para ver as fotos do evento clique aqui! (No final do artigo)

Fonte: Instituto Plinio Corrêa de Oliveira

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here