Maior milagre de Lourdes: a aceitação do sofrimento

0

Em Lourdes se verifica que Nossa Senhora dá ao doente uma tal conformidade com a doença, que eu nunca ouvi contar o caso de uma pessoa que esteve em Lourdes e não sendo curada se revoltasse.

Pelo contrário, as pessoas voltam enormemente resignadas, voltam satisfeitas de terem ido fazer sua visita a Lourdes, e verem outras que foram curadas.

E até casos numerosos de pessoas que vêm de longe, vêm da Índia, vêm da América, vêm sei lá de onde para serem curadas, e que vendo ao lado outras que têm mais necessidade de serem curadas, pedem a Nossa Senhora isto: que eu não seja curado contanto que esse seja curado, e aquele seja curado.

Quer dizer, uma pessoa que aceita a doença, o sofrimento – a doença que leva alguém a Lourdes não é qualquer resfriado, mas uma coisa puxada, uma dor forte – e aceita isto em benefício do outro é um verdadeiro milagre de amor ao próximo por amor de Deus.

Um milagre moral arrancado ao egoísmo humano, e que é milagre mais estupendo do que uma cura propriamente dita.

(Autor: Plinio Corrêa de Oliveira, 6.2.65. Texto não revisto pelo autor).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.