Maior milagre de Lourdes: a aceitação do sofrimento

0

Em Lourdes se verifica que Nossa Senhora dá ao doente uma tal conformidade com a doença, que eu nunca ouvi contar o caso de uma pessoa que esteve em Lourdes e não sendo curada se revoltasse.

Pelo contrário, as pessoas voltam enormemente resignadas, voltam satisfeitas de terem ido fazer sua visita a Lourdes, e verem outras que foram curadas.

E até casos numerosos de pessoas que vêm de longe, vêm da Índia, vêm da América, vêm sei lá de onde para serem curadas, e que vendo ao lado outras que têm mais necessidade de serem curadas, pedem a Nossa Senhora isto: que eu não seja curado contanto que esse seja curado, e aquele seja curado.

Quer dizer, uma pessoa que aceita a doença, o sofrimento – a doença que leva alguém a Lourdes não é qualquer resfriado, mas uma coisa puxada, uma dor forte – e aceita isto em benefício do outro é um verdadeiro milagre de amor ao próximo por amor de Deus.

Um milagre moral arrancado ao egoísmo humano, e que é milagre mais estupendo do que uma cura propriamente dita.

(Autor: Plinio Corrêa de Oliveira, 6.2.65. Texto não revisto pelo autor).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.