A Perpétua Virgindade de Nossa Senhora

17

Virgem antes, durante e após o parto – Respondendo a algumas objeções protestantes sobre Nossa Senhora.

Respondendo a algumas objeções protestantes
– Os Evangelhos falam pouco de Nossa Senhora

Uma objeção comum dos protestantes é de que o Novo Testamento pouco fala de Nossa Senhora. Logo, eles concluem que Maria Santíssima não tem tanta importância, pois se tivesse, as Epístolas dos Apóstolos com certeza ensinariam a respeito.

O fato do Novo Testamento, aparentemente, pouco falar de Nossa Senhora não significa muita coisa. Os Evangelhos apenas tratam da “Vida Pública” de Nosso Senhor, durante apenas 3 anos de sua vida. As Epístolas tratam da expansão da Igreja de Cristo.

Pelo raciocínio protestante, a chamada “vida oculta” de Nosso Senhor (até os 30 anos de idade) significaria que durante 30 anos de sua vida, Nosso Senhor não tinha muita importância…

Ora, Jesus Cristo passou 30 anos com Nossa Senhora e só 3 anos com o resto da humanidade. Será que isso já não é sinal de que há muitas coisas que não conhecemos da vida de Nosso Senhor e de Nossa Senhora? “Há ainda muitas coisas feitas por Jesus, as quais, se se escrevessem uma por uma, creio que este mundo não poderia conter os livros que se deveriam escrever” (Jo 21,25).

Pois bem, já por aí se percebe a precipitação do raciocínio de alguns protestantes.

Agora podemos analisar se, de fato, os Evangelhos falam pouco de Nossa Senhora.

Os católicos conhecem a obra prima de Deus, que é Nossa Senhora, a criatura mais perfeita que foi criada, onde Deus escolheu como tabernáculo para si: “Cristo, porém, apareceu como um pontífice dos bens futuros. Entrou no tabernáculo mais excelente e perfeito, não construído por mãos humanas, nem mesmo deste mundo” (Hebr 9, 12).

Esse tarbenáculo mais excelente e perfeito foi saudado pelo Arcanjo S. Gabriel: “Ave, cheia de graça. O Senhor é convosco“. Quanta grandeza apenas nessas palavras. Nossa Senhora tinha a graça de Deus e Deus era com Ela ainda antes da concepção…

Naquele momento se cumpria todas as profecias da vinda do Messias. Era o momento da encarnação do Verbo de Deus, onde tudo dependia de um consentimento de uma “virgem“, o seu “sim” nos trouxe o Messias esperado.

A maneira da saudação angélica transparece a grandeza de Nossa Senhora, pois o Anjo a saúda com a “Ave, Cheia de Graça“. Ele troca o nome “Maria” pela qualidade “Cheia de Graça“, como Deus desejou chamá-la.

Ela era a criatura que havia “achado graça diante de Deus” e, por isso, foi escolhida como a Mãe Dele.

E continua o Arcanjo: “Bendita sois vós entre as mulheres.”

Poucas palavras – e palavras tão simples – para mostrar o fato central do cristianismo: a encarnação do Verbo de Deus. Um fato esperado pelos séculos, cujo os profetas não viram… apesar de tanto terem desejado. Todas as profecias do Antigo Testamento inclinam-se diante dessas poucas palavras. Todo o Novo Evangelho é conseqüência dessa encarnação, e todo o Antigo Testamento era o prenúncio do que ocorria naquele momento, naquele pequeno cômodo da casa de Nazaré, onde uma Virgem recebia a visita de um enviado de Deus.

Que maravilha da graça se operava naquele momento, quando a Virgem Maria cooperava, pelo livre consentimento de sua fé, de sua virgindade, de sua humildade, para o mistério inicial do Cristianismo, coberta pela sombra do altíssimo, revestida do Espírito Santo, e concebendo, em seu seio virginal, o próprio Filho de Deus!

Logo em seguida, que culto já não lhe prestou a própria Santa Izabel quando a aclamou: “Mãe de meu Senhor“: “Donde me vem a dita que a Mãe de meu Senhor venha visitar-me?” (Lc 1, 43). E, no ventre de Santa Izabel, exultava S. João Batista ao ouvir a voz de Nossa Senhora.

Santa Izabel, repleta do Espírito Santo, exclama em alta voz, repetindo e completando as palavras do Anjo: “Bendita sois vós entre todas as mulheres; bendito é o fruto do vosso ventre!“.

E a própria Nossa Senhora completa, inspirada pelo Espírito de Deus: “De hoje em diante todas as gerações me chamarão bem-aventurada, porque Aquele que é todo poderoso fez em mim grandes coisas!” (Lc 1, 48).

Já na manjedoura os Reis Magos foram adorar o Menino-Deus “nos braços de Maria, sua mãe” (Mt 2, 11), como fazem todos os católicos do mundo inteiro.

E o velho Simeão, profetizando, associa a Virgem Mãe de Deus a todas as contradições a que estaria sujeito o seu Filho, e de modo particular ao gládio de dor que deverá uní-lo no grande suplício (Lc 2, 34).

E como poderia ser menor a grandeza Daquela que tinha autoridade sobre o próprio Deus, que a obedecia na intimidade do lar: “… mostrando-se submisso a ela em tudo” (Lc 2, 51).

Nas Bodas de Caná transparece de modo fulgurante o poder da Santíssima Virgem, que é capaz de “alterar” a hora de Deus, que a adianta pelo pedido de sua Mãe, fazendo o seu primeiro milagre e confirmando a fé em seus apóstolos, mudando a água em vinho (Jo 2, 1- 11).

É por isso que nos diz o Evangelho, narrando a grandeza de Maria Santíssima: “Bem-aventurada as entranhas que te trouxeram e o seio que te amamentou” (Lc 11, 27).

Eis o culto de Nossa Senhora fundado no Evangelho, dele dimanando como de sua “fonte divina”, e dali se irradiando séculos afora. Eis o culto de Maria Santíssima, não escondido nas trevas, nem envolto no silêncio, mas divinamente proclamado à face do universo.

Os séculos ouvirão e compreenderão estes exemplos e lições evangélicas. E é para lhes corresponder que os cristãos de todos os tempos irão prostrar-se aos pés de Maria, implorando-lhe auxílio e proteção.

Os Evangelhos, afinal, falam pouco de Nossa Senhora? Só se déssemos primazia à quantidade em detrimento das palavras… Maior foi o milagre da encarnação do que todas as ressurreições operadas por Nosso Senhor Jesus Cristo. Se não houvesse a encarnação, não haveria a Redenção.

É certo que Nossa Senhora, durante toda a sua vida, procurou ficar no anonimato, escondida dos homens e amada por Deus.

Era tanto o esplendor da Santíssima Virgem que S. Dionísio, o areópagita, declara que teria considerado Maria como uma divindade, se a fé não lhe houvera ensinado ser ela a mais perfeita imagem que de si formara a Onipotência.

Santo Irineu dizia: “Os laços, pelos quais Eva se deixou acorrentar, por sua credulidade, Maria rompeu-os pela sua fé“. Referindo-se, é claro, à passagem do Gênesis: “Ei de por inimizade entre ti e a mulher, entre sua raça (semente) e a tua; ela te esmagará a cabeça” (Gen 3, 15). O que Eva perdeu por orgulho, Nossa Senhora ganhou por humildade.

São tantos os mistérios da Maternidade de Maria Santíssima…

É certo que os Evangelistas evitaram falar muito de Nossa Senhora, ou por pedido Dela, ou para evitar um culto equivocado à Mãe de Deus junto a um povo que era politeísta. Mas o pouco que falam, falam muito! Ela é verdadeiramente Mãe de um Deus que é Homem e de um Homem que é Deus. Ela é verdadeiramente nossa mãe quando, aos pés da cruz, Nosso Senhor a confiou a S. João. Ela é a onipotência suplicante que é capaz de mudar a “hora” de Deus. Ela é verdadeiramente Imaculada, isenta do Pecado Original, sendo o “tabernáculo” puríssimo que Deus escolheu para si.

Os evangelistas em suas liturgias, entretanto, muito falaram de Nossa Senhora, como veremos nos tópicos seguintes, que demonstram, inequivocamente, a grandeza do nome da Virgem de Nazaré, a Mãe de Deus, a Imaculada Conceição, a Onipotência suplicante, a Medianeira universal de todas as Graças, assunta ao Céu de corpo e alma, Rainha dos homens e dos anjos.

– Os pretensos “irmãos de Jesus

Em diversos lugares, o Evangelho fala desses ‘irmãos‘. Assim, S. Marcos e S. Lucas referem que ‘estando Jesus a falar, disse-lhe alguém: eis que estão lá fora tua mãe e teus irmãos que querem ver-te” (Mt 12, 46-47; Mc 3, 31-32; Lc 8, 19-20).  S. João, por sua vez, fala de tais ‘irmãos‘ (Jo 7, 1-10).

A bela objeção protestante apenas mostra uma ignorância da própria Bíblia que dizem conhecer…

As línguas hebraica e aramaica não possuem palavras que traduzam o nosso ‘primo‘ ou ‘prima‘, e serve-se da palavra ‘irmão‘ ou ‘irmã‘.

A palavra hebraica ‘ha‘, e a aramaica ‘aha‘, são empregadas para designar ‘irmãos‘ ou ‘irmãs‘ dos mesmo pai, não da mesma mãe (Gn 37, 16; 42, 15; 43, 5; 12, 8-14; 39, 15), sobrinhos, primos irmãos (1 Par 23, 21), e primos segundos (Lv 10, 4) – e até ‘parentes’ em geral (Job 19, 13-14; 42, 11).

Os trechos acima demonstram, inequivocamente, que a palavra ‘irmão‘ era uma expressão genérica, geral.

Há muitos exemplos na Sagrada Escritura. Lê-se no Gêneses que ‘Taré era pai de Abraão e de Harão, e que Harão gerou a Lot (Gn 11, 27), que, por conseguinte, vinha a ser sobrinho de Abraão. Contudo, no mesmo Gênesis, mais adiante, chama a Lot ‘irmão de Abraão‘ (Gn 13, 3). ‘Disse Abraão a Lot: nós somos irmãos” (Gn 14, 14)

Jacó se declara irmão de Labão, quando, na verdade, era filho de Rebeca, irmã de Labão (Gn 29, 12-15).

No Novo Testamento, fica claríssimo que os ‘irmãos de Jesus‘ não eram filhos de Nossa Senhora.

Os supostos ‘irmãos de Jesus‘ são indicados por S. Marcos: “Não é este o carpinteiro, filho de Maria e irmão de Tiago, e de José, e de Judas e de Simão e não estão aqui conosco suas irmãs?

Tiago e Judas, conforme afirma S. Lucas, eram filhos de Alfeu e Cleófas: ‘Chamou Tiago, filho de Alfeu… e Judas, irmão de Tiago” (Lc 6, 15-16). E ainda: “Chamou Judas, irmão de Tiago” ( Lc 6, 16)

Quanto a ‘José’, S. Mateus diz que é irmão de Tiago: “Entre os quais estava… Maria, mãe de Tiago e de José” (Mt 27, 56).

Em S. Mateus se lê: “Estavam ali (no calvário), a observar de longe…., Maria Mágdala, Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu“. Essa Maria, mãe de Tiago e José, não é a esposa de S. José, mas de Cleofas, conforme S. João (19, 25). Era também a irmã de Nossa Senhora, como se lê em S. João (19, 25): “Estavam junto à Cruz de Jesus sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria (esposa) de Cleofas, e Maria de Mágadala“.

Simão, irmão dos três outros, ‘Tiago, José e Judas‘ são verdadeiramente irmãos entre si, filhos do mesmo pai e da mesma mãe. Alfeu (ou Cleophas) é o pai deles.

Da mesma forma, se Nossa Senhora tivesse outros filhos, ela não teria ficado aos cuidados de S. João Evangelista, que não era da família, mas com seu filho mais velho, segundo ordenava a Lei de Moisés.

Eis um dilema sem saída para os protestantes, pois os ‘irmãos de Jesus‘ são filhos de Maria Cléofas e Alfeu.

Também decorre uma pergunta: Por que nunca os evangelhos chamam os ‘irmãos de Jesus‘ de ‘filhos de Maria‘ ou de ‘José‘, como fazem em relação à Nosso Senhor?

E como, durante toda a vida da Sagrada Família, os número de seus membros é sempre três? A fuga para o Egito, a perda e o encontro no templo, etc…

Desta forma, fica provado o equívoco levantado por alguns protestantes.

A perpétua virgindade da Santíssima Virgem

Desde o início do cristianismo Nossa Senhora era cultuada como “Áiepartenon“, isto é, a “sempre Virgem“.

A virgindade eterna de Maria é facilmente demonstrável, quer seja pela Sagrada Escritura ou pela Tradição, quer seja pela lógica.

O que devemos provar: a) Nossa Senhora era Virgem antes do parto; b) Nossa Senhora permaneceu Virgem durante o parto e c) Nossa Senhora permaneceu virgem após o parto.

Três asserções que vou provar aqui com a Bíblia na mão, e um pouco de lógica na cabeça. Aliás, a terceira já está provada pela própria explicação dos irmãos de Jesus. Todavia, vamos aprofundar mais um pouco a análise.

Nossa Senhora era Virgem antes do parto

A primeira asserção é admitida pelos próprios protestantes, pois se encontra positivamente no Evangelho: “O Anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma virgem desposada… e o nome da Virgem era Maria“. (Luc. I, 26).

Mais positivo ainda é o testemunho da própria Virgem objetando ao anjo: “Como se fará isso, pois eu não conheço varão?“. Nenhuma dúvida subsiste – Maria Santíssima era Virgem.

Nossa Senhora permaneceu Virgem durante o parto

A segunda asserção, mostrando que a Mãe de Jesus ficou virgem no parto, pode deduzir-se dos mesmos textos. O que é concebido por milagre deve nascer por milagre; o nascimento é a conseqüência da concepção; sem esta conseqüência, o milagre seria incompleto. Em outras palavras, Deus teria operado um milagre incompleto ao desejar manter a virgindade de Nossa Senhora e não tendo levado essa promessa até o final. “Como se fará isso, pois eu não conheço varão?” “O Santo, que há de nascer de ti, será chamado Filho de Deus, porque a Deus nada é impossível” (Luc 1, 35). A Deus nada é impossível, a virgindade de Nossa Senhora seria preservada, mesmo ela “não conhecendo varão“.

Continuamos na argumentação. O Evangelho nos mostra que Maria, tendo chegado ao termo ordinário da natureza, “deu à luz o seu filho. E estando ali, aconteceu completarem-se os dias em que devia dar à luz” (Luc. 1, 6).

Ora, “conceber” e “dar à luz” são dois termos de uma ação única. A mãe concebe, para dar à luz – é uma só ação: gerar filhos. O parto e a conceição são inseparavelmente ligados, sendo o primeiro o preço doloroso da segunda (perder a virgindade); sendo Maria Santíssima libertada da segunda parte, por meio do milagre de Deus, deve sê-lo da primeira, pois para Deus não é mais custoso fazer “nascer” virginalmente do que fazer “conceber” virginalmente.

Ademais, se a ação virginal havia começado, pela ação do Espírito Santo, Deus completaria essa ação no momento em que esta chegasse ao seu final. É uma conseqüência lógica e necessária, sob pena de negar o milagre completo de Deus manifestado em sua vontade e na resolução de Nossa Senhora de manter a virgindade.

A própria dúvida de Nossa Senhora em relação à concepção deixa claro a posição dela perante a virgindade: “Como se fará isso, pois eu não conheço varão?“. O Anjo resolve o problema: “O Santo, que há de nascer de ti, será chamado Filho de Deus, porque a Deus nada é impossível” (Luc. 1, 35).

A conceição da Virgem Santíssima é, pois, obra do Espírito Santo: “O Espírito Santo descerá sobre ti e a virtude do Altíssimo te cobrirá com sua sombra. E por isso mesmo o santo que há de nascer de ti será chamado Filho de Deus.” (Luc. 1, 35).

Conceber” Jesus e “dá-lo à luz” são, textual e literalmente, um só milagre, o milagre da encarnação. Separar estes dois termos, que o Evangelista resumiu de propósito numa única frase, é adulterar de maneira visível o texto e a significação da palavra de Deus.

Sendo Nossa Senhora virgem antes do parto, deve sê-lo também durante o parto, pois o milagre da encarnação é uno e completo. E isto é muito conforme à profecia: “uma virgem conceberá e dará à luz“. É o próprio Evangelho que faz a aplicação desta profecia: “Ora, tudo aconteceu para que se cumprisse o que foi dito pelo Senhor, por meio do profeta” (Mat. 1, 22). Ou seja, conceber e dar à luz, virginalmente!

A Virgindade de Nossa Senhora antes e durante o parto é uma verdade que não se pode negar, senão espezinhando-se todas as regras da lógica e da hermenêutica. Deus quis manter a virgindade de Nossa Senhora antes e durante o parto, não o precisava, mas assim o fez.

Nossa Senhora permaneceu virgem após o parto

Sobre a virgindade de Nossa Senhora após o parto, já provamos anteriormente. Todavia, para dar mais realce à explicação, façamos um pequeno exercício de hermenêutica.

Quando Nossa Senhora afirma, categoricamente, “eu não conheço varão“, ela não está dizendo que “até o momento eu não conheço“, mas que ela, por opção pessoal, não “conhece varão“, o que dá uma extensão geral à sua afirmação.

Segundo a tradição, Nossa Senhora havia feito um voto de castidade perpétua e assim o manteve, mesmo vivendo com S. José, como fica clara pela própria afirmação dela (“Eu não conheço varão”), quando já estava desposada de S. José.

Se não fosse propósito de Nossa Senhora manter a castidade perpétua, sua afirmação não teria propósito, pois o Anjo poderia lhe responder: “se ainda não conhece, conhecê-lo-á logo; não é José teu esposo? “. A sua afirmação só faz sentido, dentro do contexto, tendo Nossa Senhora feito o voto de castidade perpétua.

S. Marcos, na mesma linha, chama Jesus “O filho de Maria” – “uiós Marias” – (Marc. 6, 3), e não um dos filhos de Maria, como querendo mostrar que ele era o seu filho único.

Tudo isso ficará mais claro quando tratarmos da Imaculada Conceição segundo a Tradição, onde os evangelistas descrevem a virgindade perpétua de Maria Santíssima.

Desfazendo objeções protestante: “antes de coabitarem“, “filho primogênito” e “não a conhecia até que ela desse à luz

a) “antes de coabitarem

S. Mateus: “Maria, sua Mãe, estava desposada com José. Antes de coabitarem, ela concebeu por virtude do Espírito Santo” (Mt 1, 18). Ora, “antes de coabitarem” significa apenas “antes de morarem juntos na mesma casa“. Isso  aconteceu quando “José fez como o anjo do Senhor lhe havia mandado e recebeu em sua casa sua esposa (Maria)“(Mt 1, 24)

b) “filho primogênito

S. Lucas: “Maria deu à luz o seu filho primogênito” (Lc 2, 7). Explicação: É errado concluir que devia seguir o segundo filho. A lei de mosaica exige que todo o primogênito seja consagrado a Deus, quer seja filho único ou não: “Consagrar-me-ás todo o primogênito (primeiro gerando) entre os israelitas, tanto homem como animal: ele é meu” (Ex 13, 2). Um exemplo elucidativo encontrado no Egito, retirado de uma inscrição judaica: “Arisoné entre as dores do parto morreu ao dar à luz seu filho primogênito“. Ou no Êxodo, quando Deus disse: “Todo o primogênito na terra do Egito morrerá” (Ex 11, 5). E assim aconteceu. “Não havia casa em que não houvesse um morto” (Ex 11, 30). Necessariamente, havia, como em todos os países, casais de um só filho; por exemplo, todos os que se tinham casado nos últimos anos…

Depois, em outro trecho, Deus ordena: “contar todos os primogênitos masculinos dos filhos de Israel, da idade de um mês para cima” (Num 3, 40). Ora, se há primogênito de um mês de idade, como é que se pode exigir que, para haver primeiro, haja um segundo?

Logo, há primogênito sem que haja, necessariamente, um segundo filho.

A primogenitura era um título de dignidade e de honra entre os Judeus. Geralmente, o filho, primeiro, tinha direito a certos privilégios, como os de herdeiro etc, ficando sujeito a certas obrigações, como vemos na Bíblia. (Lc 2, 23)

É, portanto, de propósito e com razão que o Evangelista chama Jesus: “primogênito” – “ton protótokon“. Designa-o, deste modo, como herdeiro de David, como tendo um direito privilegiado sobre esta herança (cf Gen 10, 15 – 21, 12).

E é isso que se pode verificar na apresentação de Jesus no templo: “Depois que foram concluídos os dias da purificação de Maria, segundo a lei de Moisés, levaram-no a Jerusalém para o apresentarem ao Senhor: Todo o varão primogênito será consagrado ao Senhor” (Lc 2, 22)

Essa passagem é muito clara e resolve de uma vez a discussão sobre a “primogenitura” de Nosso Senhor, pois a apresentação no templo ocorreu apenas 40 dias após o seu nascimento, como filho único de Nossa Senhora.

c) “não a conhecia até que ela desse à luz

Em algumas traduções, aparece em S. Mateus: “José não conheceu Maria (= não teve relações com ela) até que ela desse à luz um filho (Jesus)”. (Mt 1, 25). Explicação: Seria errado insinuar que depois daquele “até” José devia “conhecer” Maria”. “Até“, na linguagem bíblica, refere-se apenas ao passado. Exemplo: “Micol, filha de Saul, não teve filhos até ao dia de sua morte” (II Sam 6, 23). Ou então, falando Deus a Jacob do alto da escada que este vira em sonhos, disse-lhe: “Não te abandonarei, enquanto não se cumprir tudo o que disse” (Gen 28, 15). Quererá isso dizer que Deus o abandonaria depois? Em outra passagem, Nosso Senhor diz aos seus Apóstolos: “Eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos” (Mt 28, 20).

Ora, o texto sagrado deixa claro que a palavra “até” é um reforço do milagre operado, a saber, a encarnação do verbo por obra do Espírito Santo, e não por obra de um homem (S. José).

17 COMENTÁRIOS

  1. Linda explicação, porém sem consistência, aí é para enganar quem não conhece a verdade. Não existe “Maria cheia de Graça” a Graça só pertence a Deus e ele não transfere para ninguém,
    A graça é o poder de Deus para a salvação e essa graça é alcançada pela morte exclusiva de Jesus Cristo na cruz. Maria é apenas abençoada.
    (Não sabem que preciso estar na casa de meu pai, ; resposta de Jesus com 12 anos para Mariao problema é a mariometria, infelizmente fazem questão de permaneceram com os olhos fechados para a verdade.

  2. O SINAL DA MULHER DO APOCALIPSE 12 É O MESMO SINAL DE ISAÍAS 7:14
    __________________________________
    A PROVA:
    NO LIVRO DO APOCALIPSE 12: 5. Diz que uma MULHER: deu à luz um FILHO, um menino, aquele que deve reger todas as nações pagãs com cetro de ferro. Mas seu Filho foi arrebatado para junto de Deus e do seu trono.
    _

    _____
    Apocalipse 12
    1. Apareceu em seguida um grande SINAL no céu: uma MULHER revestida do sol, a lua debaixo dos seus pés e na cabeça uma coroa de doze estrelas.
    _____________________
    NOTAS:
    EM TODA A BÍBLIA SÓ EXISTE 2 SINAL DE UMA MULHER QUE DA A LUZ UM FILHO
    UM ESTÁ NO LIVRO DO APOCALIPSE 12 QUE CUMPRE A PROFECIA DE ISAÍAS 7:14 QUE DIZ:
    Por isso, o próprio Senhor vos dará um SINAL: uma VIRGEM (MARIA )
    conceberá e dará à luz um FILHO, e o chamará Deus Conosco.(Jesus Cristo)
    __________________________
    PARA NÃO RESTAR DUVIDAS?
    A RESPOSTA DESSES VERSÍCULOS QUE DIZ QUE A MULHER QUE DA A LUZ UM FILHO
    SE CHAMARIA DE EMANOEL TAMBÉM TESTIFICA QUE ESSE FILHO VEIO DA VIRGEM MARIA E NÃO DE ISRAEL:
    ____________________________
    VEJA A PROVA:
    Mateus 1:22 Ora, tudo isso aconteceu para que se cumprisse o que o Senhor falou pelo profeta, que diz: Mateus 1:23 Eis que a (VIRGEM) ficará grávida e dará à (LUZ) um (FILHO), e ele será chamado pelo nome de Emanuel, que traduzido é: Deus conosco. E em LUCAS 2:5,
    __________________________
    NOTAS:
    NO LIVRO DO APOCALIPSE 12, apresentam 4 personagens.
    Um DRAGÃO, uma MULHER, uma CRIANÇA do sexo masculino,
    e um ANJO chamado MIGUEL.
    – O DRAGÃO É SATANÁS, a antiga serpente, Ap 12,9.
    – MIGUEL é um anjo, O ARCANJO MIGUEL, Ap 12,7
    – A CRIANÇA do sexo masculino É JESUS CRISTO, Ap 12,5.
    ________________________________________________________
    AGORA A MULHER, O “SINAL” (Ap 12,1) que deu a luz a JESUS (Ap 12,5) É MARIA.
    _______________
    CONFIRA COM OS VERSÍCULOS DE ISAÍAS 7,14: “Senhor vos dará UM SINAL:
    UMA VIRGEM conceberá e dará À LUZ UM FILHO, e o chamará Deus Conosco(JESUS)
    _______________
    AGORA COMPARE COM APOCALIPSE 12,1:QUE DIZ:
    Apareceu NO CÉU um grande SINAL: UMA MULHER[…]” 5:
    ELA DEU À LUZ UM FILHO(JESUS)
    Só existe um texto na Bíblia fora Apocalipse 12 onde Deus também envia um sinal com uma MULHER.
    _
    E ESTÁ EM ISAÍAS 714. Que diz: Por isso, o próprio Senhor vos dará um SINAL: uma
    ( VIRGEM (MARIA) conceberá e dará à luz um FILHO, e o chamará Deus Conosco.
    (JESUS CRISTO)
    _______________________________________
    POR ISSO ESTÁ ESCRITO:
    Isaías 62: 3 Você será uma COROA DE GLÓRIA na mão do Senhor, e um diadema real na mão do teu Deus.

  3. O TEMPLO FEITO POR MÃOS HUMANAS É SAGRADO:
    _________________________________________________________
    NOTAS:
    ESSE É O VERSÍCULO INTEIRO QUE OS PROTESTANTES CORTA E ESCONDE NAS SUS BÍBLIAS ADULTERADAS:
    _______________________
    VEJA:
    Não terás outros DEUSES diante de mim. Não farás para ti uma coisa esculpida, nem figura alguma do que há em céu acima, ou em baixo na terra, nem daquelas coisas que estão nas águas debaixo da terra. Tu não adorá -los, nem as servirás ( Êxodo 20: 3-5 ).
    AGORA A PROVA:
    SE IMAGENS FOSSEM ÍDOLOS:
    Não seria chamado de sagrado mais os templos eram chamado a “casa de Deus está em” (2 Crónicas 6,18), “
    A CASA DE DEUS TINHAM IMAGENS:
    E era chamado biblicamente de Santo Templo” em (Salmo 68,5)
    _
    Ou “templo do Senhor” em (1Samuel 1,9.24);
    _
    Que era considerado como “uma figura do santuário verdadeiro” (Hebreus 9,24); e estava adornado a principio por “seres alados, palmeiras, flores, granadas, frutas, leões, touros e grinaldas (coroas de flores)” ( 1 Reis 6, 18.29.32.34-35; 7,19-20,25. 29.36).
    SE A BÍBLIA PROIBISSE IMAGENS! JAMAIS EM IPOTESE ALGUMA MANDARIA FAZER-LAS.
    SERIA O MESMO QUE NÃO ROUBARÁS E NA MESMA BÍBÇIA ESTIVESSE ESCRITO PODES ROUBAR.
    PROVA DISSO É DITO BIBLICAMENTE QUE:
    O rei Salomão, fez dois enormes anjos de madeira de oliveira e cobertos de ouro, para que o Lugar Santíssimo (1 Reis 6,23. 28-29).
    __________________________
    Anteriormente, Moisés havia dado ordens aos artistas para que confeccionassem no Santuário, dez cortinas de diferentes cores bordadas com dois seres alados (Êxodo 26,1.31-33; 36,8.35); e todo isto com a aprovação celestial.
    _________________________________________________________
    POR ISSO É DITO:
    E ainda: Me prostro voltado para o teu sagrado templo” (Sl 138(137),2

    ________________________________
    E lá (no teu santuário), ó Senhor, possamos cantar com o Salmista: “Nós nos saciamos com os bens da tua casa, com as coisas SAGRADAS do teu templo”
    (Sl 65(64),5).
    ________________________________
    VEJA:
    Por outro lado, eu teria – se possível fosse – um enorme prazer em visitar o Templo de Deus, que Salomão mandou edificar; e no qual a glória de Deus pousou.
    __________________________________________________________

    NOTAS:
    Esse lugar era Sacro e abundavam inúmeras imagens de animais (touros e leões) –Imagens essas que participavam do Verdadeiro Culto a Deus.
    Aliás, imagens sagradas e abençoadas e que, portanto, conjuntamente com todo o Templo do Altíssimo, eram reverenciadas.
    __
    POR ISSO:
    Está escrito: “Reverenciareis meu santuário” (Lv 19,30).
    E era neste mesmo templo que os apóstolos e Jesus iam para orar:
    ________________________________________________________
    VEJA
    Jesus passeava no templo, no pórtico de Salomão.” (João 10,23)
    “Enquanto isso, realizavam-se entre o povo pelas mãos dos apóstolos muitos milagres e prodígios.
    Reuniam-se eles todos unânimes no pórtico de Salomão.”(Atos 5, 12)
    ________________________________________________________
    AGORA EU PERGUNTO?
    _
    Estariam Jesus e os apóstolos sendo idólatras ao frequentar um templo repletos de imagens de escultura? Claro que não!
    _
    Salomão mandou colocar no Santo templo imagens de
    – 2 QUERUBINS no Oráculo (III Reis 6,23-28),
    -mandou colocar no templo
    12 BOIS na bacia de bronze! (III Reis 7,25);

    Mandou colocar no templo
    _______________________________________________________
    BOIS e LEÕES e QUERUBINS! (III Reis 7,28-29) e
    E ainda “como que figuras de HOMENS EM PÉ”, e

    Mais QUERUBINS e LEÕES (III Reis 7,36);

  4. IMAGENS VS ÍDOLOS A PRÓPRIA BÍBLIA AS DIFERENCIAM:
    ____________________________________________________________
    NOTAS:
    _
    Então façamos, antes de tudo, umas distinções básicas entre “SANTO” e “imagem”.
    _
    Santo ou Santa é um homem ou mulher, servos de Deus, os quais são santos exatamente por terem obedecido fielmente a Deus e se tornado assim modelos de vida cristã.
    _____________________________________________________________
    MARIA disse: “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim, segundo a vossa Palavra” (Luc 1,38).
    __________________
    AS IMAGENS DOS SANTOS DA IGREJA CATÓLICA:
    São “representações” de Cristo e dos seus santos.
    Já Ídolo é uma imagem de um falso deus, de uma falsa divindade, é um falso deus inventado pela fantasia humana,
    _
    Enfim é “tudo” que ocupa o lugar de Deus em nosso coração, é ” tudo” que damos prioridade e amamos igual ou mais do que Deus, por conseguinte, nem todo ídolo é imagem e nem toda imagem é ídolo.
    __________________
    Agora a Idolatria, etimologicamente, é a composição de duas palavras ídolo + latria, isto é, adoração de ídolo, é o ato de adorar o falso deus.
    A bíblia mostra que a idolatria não é o uso de imagens no culto divino, mas prestar à criatura ou objeto o culto de adoração que devemos exclusivamente a DEUS.
    É por isso que são Paulo em Col. 3,5 nos adverte que a avareza é uma idolatria, e como sabemos avareza é um sentimento e não uma imagem, a avareza é idolatria uma vez que o avarento coloca o dinheiro no lugar de DEUS, como valor supremo da sua vida,
    __________________________________________________________________
    ENFIM:
    idolatrar é colocar alguém ou alguma coisa no lugar de Deus.
    Agora as imagens tem, para nós a finalidade de lembrar a pessoa e seus bons exemplos em nosso meio;
    Merecem respeito pelo que representam, tal como um retrato de nosso pai ou nossa mãe.
    ___________________________________________________________________
    VEJA O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE IMAGEN:
    No célebre trecho de Ex 20, 4-5 tão citado por vocês protestantes, Eles descaradamente deixam de lado o versículo 3: “QUE DIZ: Não terás outros deuses diante de minha FACE”.
    _________________________
    A Bíblia fala de “deuses”, “ídolos” para substituir o lugar do verdadeiro Deus.
    AGORA AONDE? ESTÁ NA DOUTRINA DA IGREJA QUE DIZ QUE SANTOS TEM PODER E QUE UM SANTO É DEUS? OU QUE A DOUTRINA ATRIBUI PODER A UMA IMAGEM???????
    ISSO NÃO EXISTE:
    AGORA:
    Veja uma outra passagem muito usada pelos protestantes: “Com a sobra faz um deus, um ídolo, diante do qual se prostra para adorar e orar, dizendo: “Salva-me, tu és o meu Deus” (Is 44,17).
    REFUTAÇÃO:
    A própria citação já fala que o que Deus proíbe é fazer imagem na forma de ídolo, de fato leia Dt 4,16, na tradução revista e atualizada no Brasil, SBB, que são considerados como deus em substituição ao Deus único e verdadeiro cf. Ex 20, 3-5. 23; Dt 7, 25; Is 44,17.
    ISSO É INCONTESTAVEL:
    Agora que nenhum católico(a) “que conhece e obedece a doutrina católica” considera os santos e suas imagens a coisa mais importante de sua vida, menos ainda os (as) considera como Deus,
    _________________________________________________________________________
    Por ordem de Deus Moisés fez e colocou duas imagens de esculturas de anjos sobre o propiciatório da arca. “O Senhor disse a Moisés: Farás dois querubins de ouro.
    Estes querubins terão suas asas estendidas para o alto e com as asas protegerão a tampa da Arca da Aliança. E ali eu virei ter contigo”. (Ex 25,18-22 ).
    NESSES VERSÍCULOS É MOSTRADO QUE DEUS COLOCAVA O SEU PODER NUMA ARCA ONDE TINHA DUAS IMAGENS FEITAS POR MÃOS HUMANAS:
    _________________________________________________________________________
    vê-se assim com que apreço Deus considerava as esculturas de seu templo.
    _
    Por isso os querubins da arca da aliança( Ex 37, 1. 3-5. 7-9) não eram para serem adorados, mas também não eram simples adorno, eles lembravam que tudo devia convergir para o Deus que fizera aliança com o povo,lembravam ainda a mediação “secundária ” dos anjos(cf. Heb 1,14) e integravam os objetos do culto, ou seja, participavam do verdadeiro culto a Deus, de fato, Deus além de pedir a Moisés para fazer essas duas imagens de anjos, diz que é ali, no meio dos querubins, que ele viria dar as suas ordens aos israelitas (cf. ex 25, 22; Num 7, 89) em vista disso a bíblia costuma dizer que Deus está sentado sobre os querubins (cf. 1 Sm 4, 4; 2Sm 6, 2; 2 Rs 19,25; Sl 79(80), 1.
    RESUMINDO:
    Isso eram imagens sagradas, abençoadas por Deus ( cf. 1 Rs 9, 3; 8, 10-11 ) e por Moisés ( cf. Ex 39, 42-43 ) deixando-nos o exemplo de termos nossas imagens abençoadas- por isso eram imagens que conjuntamente com todo o templo do altíssimo, eram reverenciadas,
    ________________________________
    Está escrito : “Reverenciareis” meu santuário ( Lv 19, 30 ) e ainda, me prostro -“inclinar-me-ei” – para o teu sagrado templo ( Sl 138 ou 137, 2 )
    _______________________________________________________________________
    O santuário, como é bem sabido, estava cheio de imagens, vemos Josué e todo o povo ajoelhado “prostrados” diante da arca da aliança , por conseguinte, diante das duas imagens de querubins que estavam em cima da arca ( Js 7,6 ) e nem por isso estavam cometendo idolatria, adorando tais imagens.
    ________________________________
    O templo e tudo que havia nele eram sagrados! portanto, cada objeto de lá, inclusive as imagens, não podiam ser tidos como simples enfeites- eram ornamentos sacros com significados simbólico-religiosos preciosos e por isso respeitados, reverenciados, ou seja, venerados. de fato ,
    _______________________________________________________________________
    AGORA EU PERGUNTO?
    por que uzá morreu fulminado ao tocar na arca da aliança cf. 2 Sm 6, 7; 1 Cro 13,7-14 ?
    __________________________________
    E mais e o mar de bronze ou reservatório de água lustral colocado à entrada do palácio de Salomão era sustentado por dois bois de metal ( 1Rs 7, 23-25 ), havia também figuras de leões, touros e querubins ( 1 Rs 7, 29 ),
    __________________________________
    O povo veio a Moisés e disse-lhe: Pecamos, murmurando contra o Senhor e contra ti: Roga ao Senhor que afaste de nós essas serpentes. Moisés intercedeu pelo povo e o Senhor disse a Moisés: “Faze para ti uma serpente ardente(de bronze) e mete-a sobre um poste.
    Todo o que for mordido, olhando para ela será salvo” (Nm 21,7-8).
    Enquanto a serpente de bronze era apenas venerada como recordação da cura prodigiosa das venenosas mordidas das serpentes, a mesma era conservada, porém, quando no tempo do reinado de ezequias (721-693 a.C)
    O povo cercou-a com crenças e práticas suspeticiosas com evidente perigo de idolatria, Ezequias quebrou essa venerável relíquia da era mosaica (cf. 2 Rs 18,4).
    Agora muitos protestantes citam o texto da destruição da serpente de bronze cf. 2 Rs 18, 3-4, para tentarem provar que, aprovando a destruição da serpente de bronze,
    Deus estava por isso desaprovando adoração e veneração de imagens, pois ambas são a mesma coisa.
    _________________________________________________________________________
    RESPOSTA : Que fique bem claro : a serpente de bronze foi destruída não porque era uma imagem de escultura que o próprio Deus mandou fazer, mas devido o mau uso que dela o povo começou a fazer,
    agora isso não anula nem vai contra o princípio que” o mau uso não exclui o bom uso, que o uso incorreto não exclui o uso correto”,
    _____________________
    A prova disso é que, mesmo depois de destruída, cerca de cinco séculos depois, JESUS encontrou valores na serpente de bronze pois ilustrou sua morte através dela (cf. Jo 3, 14),
    _________________________________________________________________________
    A própria bíblia considera como inimigo de Deus aqueles que destruíram as imagens sagradas do templo cf. levanta os pés para tudo o que ” o inimigo” tem feito de mal no santuário; toda obra entalhada ( imagens de esculturas 1 Rs 6, 29 E mostra Deus abençoando o templo cheio de imagens sagradas ( cf. 1 Rs 8, 10-11; 9, 3 )
    _____________________________________________________
    Se Deus abominasse todo tipo de imagem, como se todo tipo de imagem de escultura fosse ídolo, não teria enchido o templo com sua glória e benção garantindo a aprovação de tudo que foi feito.
    Por isso veneração não é e nunca foi o mesmo que adoração !
    Vou da alguns exemplo:
    objetos” imagens, taslimã …” , poder, prazer, dinheiro, sexo, esporte, pessoa humana … Ensinam que se alguém substitui Deus por quaisquer coisa ou criatura está cometendo o pior e mais grave pecado “a idolatria, e portanto é idólatra” que caso morra com este pecado sem ter se arrependido e deixado ele – não se salvará nem entrará no céu ( 1 cor 6, 9-10; Apoc 22, 15 …).
    Ensinam também que quando as imagens não são para serem adoradas Deus permite e as manda fazer como vimos nos textos já mencionados acima. Visto que é impossível haver contradição em Deus, fica claro que a proibição de fazer imagens na bíblia não é absoluta ” com quaisquer finalidade, válidas para sempre e em todas as circunstâncias” , mas relativas ” referente e dependente unicamente da finalidade e circunstância, “intenção e condição ” com a(s) qual é proibida.
    Esta é a interpretação da Santa Igreja Católica Apostólica Romana.
    _
    Em suma; Deus proíbe fazer imagens para serem adoradas, porém, não proíbe fazer imagem com outra finalidade, como por exemplo, para serem veneradas.
    Deus proíbe fazer ídolos, porém, não proíbe fazer imagem que não são ídolos.
    Por isso a Igreja católica, que compreende e aceita tudo o que Deus disse na sagrada escritura e que não isola uma frase de outra, mas a todas harmoniza, sempre permitiu o uso de imagens( jamais de ídolos) e sua veneração, mas nunca a sua adoração.
    _________
    Infelizmente os protestantes, por preconceito ( talvez até por ódio) da Igreja Católica, por avareza, introduzem seitas e heresias perniciosas no meio do povo ( 2 ped. 2, 1-3), e por falta de conhecimento e má fé deturpam e adulteram a própria palavra de Deus para sua própria perdição ( 2 ped. 3, 16) e apenas com a má fé, com a má e diabólica intenção de difamar, caluniar, criticar a Igreja Católica, dizem e escrevem :
    Basta alguém fazer ou ter imagens para já estar afrontando a lei de Deus, os pretensos retratos do Pai (capela Sistina), do Filho ( crucifixos, etc.), do Espírito Santo (pomba), dos apóstolos, etc. etc. São proibidos por Deus.
    Mas a prova é que Deus não somente proíbe adorá-los ou venerá-los, mas também fazê-los. ( cf. a idolatria Ora, estamos diante de uma decisão séria: ou aceitamos que a Bíblia se contradiz claro que não
    _
    É FALSO E UM ABSURDO A DECLARAÇÃO DE QUE A IGREJA PREGA A IDOLATRIA
    O Deus invisível se tornou visível em Jesus. Por isso a Bíblia diz: “Cristo é a imagem de Deus invisível, o primogênito de toda criatura”. (Col. 1,15) A imagem mais sagrada de Deus que temos em nosso meio é o ser humano:
    “Façamos o homem a nossa imagem e semelhança” (Gn 1,26). Já que Deus quis tornar visível o seu ser através de Cristo e do ser humano, isso nos diz que as coisas criadas podem ser um reflexo de sua beleza, de sua bondade e de seu poder.
    Ele quer se manifestar também pelas coisas visíveis.
    Esse é o sentido da “encarnação” do Filho de Deus. “Quem me vê, vê o Pai” (Jo 14,9) e o que Filipe estava vendo era a face humana de Cristo.
    Veja em Atos 28 o que fez O Católico São Paulo quando embarcou em um Navio indo Para ROMA
    “Ao termo de três meses, embarcamos num navio de Alexandria, que havia passado o inverno na ilha. Este navio levava por INSÍGNIAS* os DIÓSCUROS*”. (At 28,11)
    *INSÍGNIAS : EMBLEMAS, IMAGENS
    *DIÓSCUROS: A IMAGEM DE CASTOR E PÓLUX, ORNANDO A PROA DO NAVIO
    ___________________________________________–
    E Mais Saibas que os filisteus roubaram a arca da aliança e pagaram muito caro por isso
    Então eles consultaram seus adivinhos e eles disseram essa ordem dada pelo senhor de Israel para colocar
    A arca do SENHOR sobre o carro, como também o cofre com os ratos de ouro e com as imagens das suas hemorroidas.
    Então os filisteus oferecem a Deus pela expiação da culpa, “cinco hemorroidas de ouro e cinco ratos de ouro”.
    Então, disseram: Qual é a expiação da culpa que lhe havemos de oferecer? E disseram: Segundo o número dos príncipes dos filisteus, cinco hemorroidas de ouro e cinco ratos de ouro, porquanto a praga é uma mesma sobre todos vós e sobre todos os vossos príncipes.
    E FOI DEUS QUE DEU A ORDENS PARA ELES FAZEREM VARIAS IMAGENS E DEPOIS DE FEITAS ELES FORAM CURADOS AGORA NÃO ME VENHA COM MEIO TERMO CONDIÇÕES PONTOS DE VISTA E COM EXCEÇÕES POIS DEUS JAMAIS MUDOU SUA LEI
    _
    POIS SE IMAGEM FOSSE PROIBIDO SERIA UMA IMENSA CONTRADIÇÃO AQUI!
    “E no oráculo fez dois querubins de madeira de oliveira, cada um da altura de dez côvados.” (I Reis 6, 23)
    “E revestiu de ouro os querubins. E todas as paredes da casa, em redor, lavrou de esculturas e entalhes de querubins, e de palmas, e de flores abertas, por dentro e por fora.” (I Reis, 6, 28-29)
    __________________________
    “E sobre as cintas que estavam entre as molduras havia leões, bois, e querubins, e sobre as molduras uma base por cima; e debaixo dos leões e dos bois junturas de obra estendida.” (I Reis 7, 29).
    “Para o interior do Santo dos Santos, mandou esculpir dois querubins e os revestiu de ouro.” (II Crônicas 3,10)
    ___________________________________________________________________
    E AGORA PARA REFUTAR CONTESTAÇÕES BARATAS SAIBAS QUE:
    Era neste mesmo templo que os apóstolos e Jesus iam para orar:
    VEJA
    “Jesus passeava no templo, no pórtico de Salomão.” (João 10,23)
    “Enquanto isso, realizavam-se entre o povo pelas mãos dos apóstolos muitos milagres e prodígios.

  5. MARIA A CHEIA DE GRAÇA E OS PADRES DA IGREJA
    _______________________________________
    A bíblia mostra que São Lucas. afirma que o Anjo Gabriel se refere à Santíssima VIRGEM MARIA (Lucas 1:28). χαῖρε, κεχαριτωμένη, ὁ κύριος μετὰ σοῦ. Chaire, kecharitomene, kyrios ho meta sou! Salve, “CHEIA DE GRAÇA”, o Senhor está contigo! Chaire kecharitomene. AVE, CHEIA DE GRAÇA .
    _______________________________________
    REFUTAÇÕES ESSAS PROVAS ESTÃO NOS ORIGINAIS
    COMO NO:
    CODEX DO ANO 325-350 http://en.wikipedia.org/wiki/Codex_Vaticanus
    ________
    CODEX ALEXANDRINUS ANO 400-440
    ________________________________________
    CODEX SINAITICUS ANO 330-360
    http://codexsinaiticus.org/en/manuscript.aspx
    ____________________________________________________________
    ORÍGNES ESCRITOR E PADRE DA IGREJA NASCIDO NO ANO 182
    Escreveu sobre a anunciação a Maria (Lucas 1: 26-38), ele comentou:
    O anjo saúda Maria com um novo endereço, que eu não poderia encontrar em qualquer outro lugar na Escritura ….
    ___________
    O anjo diz: “Ave, cheia de graça”. A palavra grega é kecharitomene
    E ELE DIZ:
    _
    Eu não me lembro de ter lido esta palavra em outro lugar nas Escrituras. Uma expressão deste tipo, “AVE, CHEIA DE GRAÇA,” não é dirigida a um macho.
    Esta saudação foi reservada somente para MARIA.
    ____________________________________________________________
    GREGÓRIO TAUMATURGO NASCIDO NO ANO 213 SE REFERE A PASSAGEM DE
    Lucas 1:28, geralmente centrada em chaire, kecharitomene:
    VEJA:
    Gregório Taumaturgo (205-270 AD):
    O mais puro uma
    O mais puro virgem
    onde o Espírito Santo é, não são todas as coisas facilmente encomendados.
    _
    Onde a graça divina está presente
    o solo que, todos untilled, dá fruto abundante
    na vida da carne, estava na posse da cidadania incorruptíveis, e caminhou como tal em todos os tipos de virtudes, e viveu uma vida mais excelente do que o padrão comum do homem
    tu colocar no manto de pureza
    te tem selecionado como o santo e o inteiramente justo;
    e por meio de teu ventre sagrado, e castas, e pura e imaculada
    desde de todo o gênero de homem tu és pelo nascimento do santo, e mais honrada, e o mais puro, e o mais piedoso do que qualquer outro: e tu tens uma mente mais branco do que a neve, e um corpo feito mais puro do que qualquer ouro
    ¬_________________________________________________
    Hino Akathistos (AD 5º ou 6º século):
    Salve, ó tu, por meio de quem Joy vai brilhar!
    Salve, ó tu, por meio do qual a maldição vai desaparecer!
    Salve, ó Restauração do Adam Caído!
    Hail, O Resgate das Lágrimas de Eva!
    Salve, ó Peak acima do alcance do pensamento humano!
    Salve, ó Depth mesmo para além da visão de anjos!
    Salve, ó vós, que se tornaram uma Kingly Trono!
    Salve, ó tu que carregam Aquele que carrega todos!
    Salve, ó estrela que manifestam o Sol!
    Hail, O Útero da Encarnação Divina!
    Salve, ó através de quem a criação foi renovada!
    Salve, ó tu por meio de quem o Criador torna-se um Bebê!
    Salve, ó noiva e donzela sempre pura!
    ___________________________________________________
    Theodotus de Ancyra (Início do século 5 dC):
    Hail, a nossa alegria desejável;
    Salve, ó alegria das igrejas;
    Salve, ó nome que breates fora doçura;
    Hail, cara que irradia divindade e graça;
    Hail, a memória mais venerável;
    Salve, ó fleece espiritual e salvamento;
    Salve, ó Mãe de esplendor desactivação, cheio de luz;
    Salve, Mãe imaculada de santidade;
    Hail, a maioria da fonte límpida da onda lifegiving;
    Hail, mãe nova, oficina do nascimento.
    Salve, mãe inefável de um mistério além da compreensão;
    Salve, novo livro de uma nova Escritura, de que, como diz Isaías, os anjos e os homens são fiéis testemunhas;
    Salve, vaso de alabastro de santificar pomada;
    Salve, melhor profissional da moeda da virgindade;
    Hail, criatura abraçando seu Criador;
    Salve, pequeno recipiente contendo o incontrolável.
    NOTAS:
    Este tipo de apóstrofe dirigida à Virgem ocorre freqüentemente em homilias gregoas do século V e constitui uma forma literária chamada chairetismoi, que formam a palavra grega chaire, que se traduz como ‘Hail ” ou ‘Alegrar’ (Cf. Lc 1,28). ”
    _____________________________________________________
    João, o Teólogo (c 400 AD.):
    “[O] Senhor disse à sua Mãe:” Deixe seu coração Alegrai-vos e exultai, porque todos os favores e todo dom foi dado a você do meu Pai no céu e de mim e do Espírito Santo. Toda alma que apela seu nome não serão confundidos, mas deve encontrar misericórdia e conforto e apoio e confiança, tanto no mundo que agora é e no que está por vir, na presença de meu Pai que está nos céus ‘” (O Adormecer de Maria).
    ____________________________________________________________________
    HIPÓLITO DE ROMA NASCIDO NO ANO 170 ASSIM ESCREVEU:
    “Ele estava a arca de madeira incorruptível formado. Porque por esse é significado que seu tabernáculo estava isento de podridão e corrupção.” Hipólito, Orations Inillud, Dominus me pascit (AD 235).
    Citação
    ______________________________________________________________
    HORÍGINES NASCIDO NO ANO 182 ASSIM ESCREVEU
    “Esta Virgem Mãe do Unigênito de Deus, é chamada Mary, digno de Deus, imaculada da Imaculada, um por um.” Orígenes, Homilia 1 (AD 244).
    _________________________
    EFRÉM NASCIDO NO ANO 306
    Que mulher elogiá-la, o puro MARIA.” Efraim, Hinos sobre a Natividade, 15:23 (AD 370).
    Citação
    “Tu sozinho e tua mãe estão em todas as coisas justas, não há defeito em ti e não mancha em tua Mãe”. Efrém, Nisibene Hinos, 27: 8 (AD 370).
    ______________________________________________________________
    ATANÁSIO NASCIDO NO ANO 306
    “O nobre Virgin, verdadeiramente você é maior do que qualquer outra grandeza. Para quem é seu igual em grandeza, ó morada de Deus a Palavra? A quem entre todas as criaturas devem eu comparo você, ó Virgem? Você é maior do que todos eles O ! Covenant, vestido de pureza, em vez de ouro Você está a Arca em que se encontra o vaso de ouro contendo o verdadeiro maná, ou seja, a carne em que a divindade reside “Atanásio, Homilia do papiro de Turim, 71:. 216 (AD 373).
    ________________________________________
    JUSTINO NASCIDO NO ANO 100
    “[Jesus] se fez homem pela Virgem para que o curso que foi tomada pela desobediência no início através da ação da serpente pode ser também o próprio curso pelo qual seria colocar para baixo. Eva, uma virgem e imaculada, concebida a palavra da serpente e furo desobediência e morte. Mas a Virgem Maria recebeu fé e alegria quando o anjo Gabriel anunciou-lhe as boas-novas de que o Espírito do Senhor veio sobre ela, e o poder do Altíssimo iria ofuscar ela, para que razão o Santo nascendo dela é o Filho de Deus. E ela respondeu: “Faça-se em mim segundo a tua palavra” [Lucas 01:38] “(Diálogo com o judeu Trifon 100 [AD 155]).
    ______________________________________________
    IRINEU DE LYON NASCIDO NO ANO 130
    “Por isso, então, a Virgem Maria é encontrado para ser obediente, dizendo: ‘Olha, ó Senhor, a tua serva;. Faça-se em mim segundo a tua palavra” Eva, no entanto, foi desobediente, e, quando ainda virgem, ela não obedeceu Assim como ela, que era então ainda é virgem embora tivesse Adão por um marido no paraíso ambos estavam nus, mas não sentiam vergonha;.
    _
    Para , tendo sido criado apenas um curto período de tempo, eles não tinham conhecimento da procriação dos filhos, e era necessário que o primeiro a chegar à maturidade antes de começar a se multiplicar tendo-se tornado desobediente, foi feita a causa da morte para si e para o conjunto raça humana;….
    _
    Assim também Maria, prometida em casamento a um homem, mas, no entanto, ainda é virgem, sendo obediente, foi feita a causa de salvação para si e para toda a raça humana Assim, o nó da desobediência de Eva foi desatado pela obediência de Maria. O que a virgem Eva atou na incredulidade.
    A Virgem Maria desatou através da fé “(Contra as Heresias 03:22:24 [AD 189]).
    _____________________________
    O Senhor, então, foi manifestamente vindo para suas próprias coisas, e foi sustentá-los por meio de que a criação, que é apoiado por ele mesmo. Ele estava fazendo uma recapitulação do que a desobediência que havia ocorrido em conexão com uma árvore, por meio da obediência que estava sobre uma árvore [e, a cruz].
    _
    Além disso, o engano original era para ser feito com a distância, o engano pelo qual que virgem Eva (que já estava desposada com um homem) foi infeliz induzidos em erro. Que isso era para ser derrubada felizmente foi anunciado através de meios da verdade pelo anjo à Virgem Maria (que também era [defendida] para um homem)….
    __
    Então, se Eva desobedeceram a Deus, ainda Mary foi persuadido a ser obediente a Deus. Desta forma, a Virgem Maria pode tornar-se o defensor da virgem Eva. E, assim, como a raça humana caiu em cativeiro até a morte por meio de uma virgem, por isso, é resgatado por uma virgem. D
    _
    Desobediência Virginal foi equilibrado na escala oposta pela obediência virginal. Porque em Da mesma forma, o pecado do primeiro homem criado recebeu emenda pela correção do primogênito “(ibid., 5: 19: 1 [AD 189]).
    ________________________________________________________
    TERTULIANO NASCIDO NO ANO 160
    “E mais uma vez, para que eu não sair da minha argumentação sobre o nome de Adam: Por que Cristo chamou Adam pelo apóstolo [Paulo], se o homem não era de que a origem terrestre Mas mesmo motivo defende essa conclusão, que Deus recuperou sua? imagem e semelhança por um processo semelhante àquele em que ele havia sido roubado dele pelo diabo.
    _
    Foi enquanto Eva ainda era virgem que a palavra do diabo se esgueirou para erguer um edifício de morte. Da mesma forma através de uma virgem a Palavra . de Deus foi introduzido para criar uma estrutura de vida Assim, o que tinha sido devastado em ruínas por este sexo foi pelo mesmo sexo restabelecida na salvação Eva tinha acreditado a serpente;..
    _
    MARIA acreditou Gabriel Aquilo que o destruiu por acreditar, o outro, crendo, definido em linha reta “(The Flesh de Cristo 17: 4 [AD 210].
    ______________________________________
    AMBRÓSIO DE MILÃIO NASCIDO NO ANO 337
    “A vida de MARIA deve ser para você uma imagem pictórica da virgindade. Sua vida é como um espelho que reflete a face da castidade e da forma de virtude. É aí que você pode encontrar um modelo para sua própria vida… Mostrando o que melhorar, o que imitar, o que agarrar-se “(The Virgins 2: 2: 6 [AD 377]).
    _
    “A primeira coisa que acende ardor na aprendizagem é a grandeza do professor. O que é o maior [para ensinar pelo exemplo] do que a Mãe de Deus? O que mais gloriosa do que aquela a quem Glória Itself escolheu? O que mais castos do que ela, que deu à luz um corpo sem contato com outro corpo? Pois, por que eu deveria falar de suas outras virtudes?
    Ela era virgem, não só no corpo, mas também em mente, que manchou a sinceridade de sua disposição por há dolo, que foi humilde de coração, grave em discurso, prudente em mente, poupadores de palavras, estudioso em leitura, descansando a esperança não nas riquezas incertas, mas sobre a oração dos pobres, com a intenção de trabalho, modesta no discurso; acostumados a não buscar o homem, mas Deus como o juiz de seus pensamentos, para ferir ninguém, ter boa vontade para com todos, a levantar-se diante de seus anciãos, não invejo iguais, para evitar ostentação, a seguir a razão, amar a virtude.
    _
    Quando ela fez a dor de seus pais até mesmo por um olhar? Quando ela fez em desacordo com seus vizinhos? Quando ela desprezar os humildes? Quando ela evitar os necessitados? ” (Ibid., 2: 2: 7).
    “Vinde, então, e buscar as suas ovelhas, e não através de seus funcionários ou homens contratados, mas fazê-lo sozinho. Me levante corporal e na carne, que está caído em Adão. Me levante não de Sarah, mas a partir de MARIA, uma virgem imaculada,.
    _
    Não só, mas uma virgem que graça tinha feito inviolada, livre de toda a mancha do pecado “(Comentário ao Salmo 118: 22-30 [AD 387]).
    ___________________________________________________________
    AGOSTINHO NASCIDO NO ANO 354
    … “Nosso Senhor não era avesso a homens, pois ele tomou a forma de um homem, nem a mulheres, pois de uma fêmea que nasceu Além disso, há um grande mistério aqui:. Que, assim como a morte chega até nós através de uma mulher, a vida nasce para nós através de uma mulher, que o diabo, derrotado, seria atormentado por cada natureza, feminino e masculino, como tinha tido prazer em enganar a ambas “(Combat Christian 22:24 [AD 396] ).
    _
    “Aquela mulher é a mãe e virgem, não só em espírito, mas mesmo no corpo. Em espírito ela é mãe, não da nossa cabeça, que é o nosso Salvador se-dos quais todos, mesmo que ela mesma, são justamente chamados filhos do noivo, mas claramente ela é a mãe de nós que são seus membros, porque pelo amor que ela tem colaborado para que os fiéis, que são os membros de que a cabeça, pode ter nascido na Igreja. No corpo, na verdade, ela é a Mãe de que muito cabeça “(Santo Virgindade 6: 6 [AD 401]).

    “Tendo exceto a santa Virgem Maria, a respeito das quais, por conta da honra do Senhor, eu gostaria de ter absolutamente nenhuma dúvida quando se trata de pecados-for como é que sabemos o que a abundância da graça para a superação total de pecado foi conferido ela, que mereceu a conceber e criar aquele em quem não havia pecado? -então, eu digo, com a exceção da Virgem, se pudéssemos ter reunido todos aqueles homens e mulheres santos, quando eles estavam vivendo aqui, e tinha Perguntei-lhes se eram sem pecado, o que supomos teria sido a sua resposta? ” (Natureza e Graça 36:42 [AD 415]).
    ____________________________________
    GREGÓRIO DE TOURS NASCIDO NO ANO 538 ASSIM ESCREVEU
    “O curso desta vida ter sido concluído por Maria Santíssima, quando agora ela seria chamada do mundo, todos os apóstolos reuniram-se a partir de suas diversas regiões para a casa dela. E quando eles ouviram que ela estava prestes a ser tomadas a partir do mundo, eles mantiveram assistir juntos com ela.
    _
    E eis que o Senhor Jesus veio com os seus anjos, e, tomando-lhe a alma, deu-o para o anjo Miguel e retirou Ao raiar do dia, no entanto, levou os apóstolos. Acima seu corpo em um esquife e colocou-o em uma tumba, e eles guardavam.
    _
    Esperando que o Senhor venha E eis que, mais uma vez o Senhor apareceu-lhes;. o corpo santo tendo sido recebida, ordenou que sejam tomados em uma nuvem para o paraíso, onde agora , voltou para a alma, [o corpo de Maria] se alegra com os escolhidos do Senhor e está no gozo do bem de uma eternidade que nunca vai acabar “(oito livros de Milagres1: 4 [AD 584]).
    _
    “Mas Maria, a Mãe da glória de Cristo, que se acredita ser uma virgem antes e depois ela lhe deu, foi, como dissemos acima, foi traduzido para o paraíso, em meio ao canto dos coros angélicos, para onde o Senhor a precedeu “(ibid., 1: 8).

  6. MARIA É A MULHER CHEIA DE GRAÇA PLENA:
    ________________________________________________
    INTRODUÇÃO:
    Sob a influência do Espírito Santo, São Lucas (que escreveu seu Evangelho em grego) e documentou as palavras do Anjo Gabriel a Maria para a posteridade.
    ______________
    Isso é uma coisa extraordinária para se concentrar em como São Lucas. afirma que o Anjo Gabriel se refere à Santíssima VIRGEM MARIA (Lucas 1:28). χαῖρε, κεχαριτωμένη, ὁ κύριος μετὰ σοῦ. Chaire, kecharitomene, kyrios ho meta sou! Salve, “CHEIA DE GRAÇA”, o Senhor está contigo! Chaire kecharitomene. “AVE, CHEIA DE GRAÇA “, A tradução de São Jerônimo conhecida como a Vulgata, é Ave, gratia plena.
    ________________________________________________
    AGORA:
    A palavra que Lucas usa é – κεχαριτωμένη, kecharitomene –appears ter sido trabalhada fora do ar, SOMENTE aparecendo no vocabulário GREGO como inesperadamente pelo o Anjo Gabriel que apareceu a MARIA e tão silenciosamente como o Verbo se fez carne.
    Era a palavra para o momento. Enfim essa palavra Chaire, kecharitomene não é usada em nenhum outro lugar das Escrituras ou na literatura grega secular.
    Palavra original é hapax legomenon . Hapax legomenon –que nos vem de grego – significa “expressa uma vez.”
    _____________________________________________________
    NOTAS:
    Esse tipo de palavra é por vezes também referida como uma palavra de uso único. Neste caso, é uma palavra one-of-a-kind para uma pessoa one-of-a-kind em uma situação one-of-a-kind.
    ___________________
    REFUTAÇÃO:
    Ninguém na história humana é κεχαριτωμένη ( kecharitomene ).
    Gramatical, a palavra kecharitomene que é o presente perfeito particípio voz passiva feminino de um verbo, especificamente, o verbo grego χαριτόω ( charito ).
    Na voz passiva, o verbo significa ter sido feito graciosa, ter sido dotado de graça.
    _______________________________________________________________
    E MAS:
    O verbo grego charito é em si um pouco escasso nas Escrituras.
    E Diferente de sua forma incomum em Lucas 1:28, ele é usado por São Paulo na sua epístola aos Efésios.
    _
    Aqui lemos São Paulo usá-lo para o pecador redimido: “para o louvor da glória de sua graça que ele concedeu (ἐχαρίτωσεν, echaristōsen .) nós no amado ”
    COMPARAÇÕES:
    AQUI, a palavra charito está no que é conhecido como sua forma indicativo ativo aoristo, obviamente, uma forma inteiramente diferente de Lucas 1:28.
    ISSO É INCONTESTÁVEL:
    _____________________________________________________________
    Assim, embora o verbo raiz ( charito ) é o mesmo em Lucas 1:28 e Efésios 1: 6, as palavras são usadas em tempos completamente diferentes, vozes e sentidos.
    E MAIS…
    A única semelhança, ao que parece, é a graça santificante.
    _
    A tradução tradicional Inglês para kecharitomene é “cheia de graça”.
    __________________
    Enquanto a tradução “cheia de graça” para kecharitomene não perfeito – porque ele não vai longe o suficiente – é muito melhor, ao que parece, do que o bastante insípida “mais agraciada” com que alguns queriam substituí-lo.
    ____________________________________________________________
    Este tipo de diluir conseguiu o estudioso humanista do século 16 Erasmus em polêmica quando, em sua tradução latina do grego do Novo Testamento, ele traduziu a palavra kecharitomene como gratiosa ou “favorecida”.
    _____________________________________________________________
    A razão pela qual “cheia de graça” não vai longe o suficiente e por isso não é um ajuste perfeito é que “cheia de graça” é a tradução literal do πληρης χαριτος grego ( pleres charitos ).
    Essa frase é usada para referir-se a Santo Estêvão, o primeiro mártir, em Atos 6: 8. Ele também é usado para se referir a Jesus, o Verbo feito carne, no Evangelho de João 1:14.
    MAIS…
    Não as mesmas palavras (“cheia de graça”), parece óbvio, deveria ser usado para traduzir diferentes palavras gregas ( pleres charitos em Atos 6: 8 e João 1: 4 ekecharitomene em Lucas 1:28).
    Isso é o que impulsiona a multidão “mais agraciada”. Isto é particularmente verdadeiro em que em ambos os Atos 6: 8 e João 1: 4, as palavras “cheia de graça” são usados em uma óbvia adjetiva sentido, e não como um substantivo , mesmo um nome ou título próprio, que é o caso em Lucas 1:28.
    ____________________
    O que o Anjo Gabriel quer comunicar a MARIA e para nós está na palavra kecharitomene é que MARIA tem um nome único, um título exclusivo, um papel único na história sagrada, e assim – embora humano – é um ser único na economia da salvação.
    __________________________________________________________
    MARIA é ela cujo nome, cujo próprio título, cujo próprio escritório, cuja pessoa muito se ter sido dotado de graça em antecipação seu papel como Mãe de Deus e Mãe da Igreja.
    Essa é uma razão por que usar “cheia de graça” não vai longe o suficiente.
    ____________________
    É notável – na verdade, é de extrema importância – que kecharitomene é claramente usado pelo anjo Gabriel – o mensageiro do Altíssimo Deus -. como um nome próprio, como nome celestial de Maria Deus deu Abrão o nome Abraham , o “Pai das Nações.” (Gn 17: 5)
    ___________________________________________________________
    Jesus chamou Simon pelo nome de Pedro, que significa “rocha”. Dadas por Deus (Mat. 16:18) nomes são importantes na Escritura.
    Da mesma forma, através do Anjo Gabriel, Deus chamada Maria kecharitomene . (Lucas 1:28)
    _
    Desde que a palavra kecharitomene está empatado com a expressão “AVE” (em grego Chaire , às vezes traduzida como “Alegrai-vos”), indica um título ou um escritório quando amarrado a uma pessoa, como em “Hail Caesar .
    Nós realmente ver esse uso na Escritura, como quando Judas recebe Jesus como “Hail Rabbi” (Mat. 26:49), e os zombeteiros soldados romanos referem-se a Cristo com as palavras “Salve, Rei dos Judeus” (Mat. 27 : 29, Marcos 15:18; João 19: 3.)
    Apesar de “Cheia de Graça” é o que temos de melhor, não devemos ficar satisfeitos com o que temos de melhor.
    Ele nos ajuda, portanto, saber que “cheia de graça” no que diz respeito a Maria refere-se que a natureza única de Maria “plenitude de graça.”
    _
    Ou seja, “Cheia de Graça” é o título, mesmo o nome dela.
    Antes de Maria era a Mãe de Deus ( Theotókos ) ( cf . Lc 01:43), antes que ela era a Mãe da Igreja ( Mater Ecclesiae ) ( cf . John 19:27) ela estava cheia de graça ( kecharitomene ) (Lucas 1:28). kecharitomene é que Maria é , e não só o que ela tem.
    ________________________________________________________
    Ela é kecharitomene como resultado desse “privilégio singular e graça concedida por Deus, em vista dos méritos de Jesus Cristo, o Salvador da raça humana”, como Piux IX colocá-lo em sua constituição Ineffabilis Deus que definiu ex cathedra o dogma . da Imaculada Conceição That “privilégio singular” requer uma “palavra singular”, e Mary tem uma palavra: kecharitomene.
    __________________________________________________________________
    A palavra kecharitomene era como um grão de mostarda, uma pequena semente da verdade do Evangelho, o que foi semeado entre os corações dos fiéis e cresceu em uma árvore tão grande que as aves do céu vêm apresentar em seus ramos e aproveitar o frio da sua sombra.
    ___________________________
    O poema de Wordsworth é simplesmente um dos muitos frutos desta árvore.
    Mas tudo começou com aquela pequena semente, que palavra nonce, kecharitomene .
    ___________________________
    Eu sou kecharitomene “torna-se, por meio do desenvolvimento doutrinal apropriado:” Eu sou a Imaculada Conceição “.
    ________________________________________________________________
    O que o anjo Gabriel disse a Maria, a Bem-Aventurada Virgem Maria disse St. . Bernadette Soubirous Em sua On Nature and Grace , Santo Agostinho- o expositor por excelência da doutrina do pecado original – explica situação de Maria exclusivo desta maneira: “Uma abundância de graça ( mais gratiae ) foi conferido a ela, que mereceu conceber e aquele de quem nós sabemos, sem pecado.
    __________________________
    Em outras palavras, existe um paralelismo entre a ausência do pecado original em MARIA (PELA GRAÇA), e da ausência de pecado (por necessidade) em Cristo.
    Os teólogos medievais descreveu assim.
    Eles viram “plenitude de graça” de Maria ( plenitudo gratiae ) como algo entre a “plenitude de graça” que era único a Cristo ( cf Jo 1: 4.) e a “plenitude de graça” que pode ser encontrado em Santos Anjos e o Santos ( cf . Atos 6: 8).
    ___________________________
    Esta condição especial e único de Maria foi descrito como plenitudo summae abundantiae (a plenitude plenária da abundância da graça) ou um redundantiae plenitudo (redoundingness plenária da graça).
    __________________
    Esta condição única exposta e desenvolvida pelos teólogos medievais na sua cumbruous é frases latinas precisos está implícito no germe única de uma palavra grega kecharitomene .Claramente, o Pai Golden-e-grego de língua da Igreja, São João Crisóstomo entendeu a palavra kecharitomene ser nominal, titular, oficial, pessoal a Maria.
    __________________
    E ele é o nosso guia seguro. De que outra forma podemos explicar esta explosão de louvor a Maria – kecharitomene –em um de seus sermões do dia de Natal? Salve, kecharitomene, terra unreaped de heavenly grãos. Salve, kecharitomene, mãe virgem, verdadeira e infalível videira.
    _________________________________________________________________
    Salve, kecharitomene, um impecável carregando a divindade imutável. Salve, kecharitomene, espaçosa sala para a natureza incontrolável.
    _
    Salve, kecharitomene, nova noiva de um mundo viúva e filhos incorrupto. Salve, kecharitomene, tecendo uma coroa como criatura não feita por mãos humanas. Salve, kecharitomene, morada de fogo santo.
    _________________________________________________________________
    Salve, kecharitomene, retorno do mundo fugitivo. Salve, kecharitomene, nourisher pródiga para a criação fome. Salve, kecharitomene, graça interminável da santa virgem. Salve, kecharitomene, candelabro adornado com todas as virtudes e com inextinguível luz mais brilhante do que até mesmo o sol.
    ________________________________________________________________
    Salve, kecharitomene, challenger de espíritos. Salve, kecharitomene, portador sábio de glória espiritual. Salve, kecharitomene, urna de ouro, contaning maná celestial. Salve, kecharitomene, dispensando bebida doce sempre fluindo para preencher aqueles que estão com sede.
    _________________________________________________________________
    Salve, kecharitomene, mar espiritual que tem Cristo, a pérola celestial. Salve, kecharitomene, esplendor do céu, tendo um incontido pelos céus em si mesma Deus confinado e não confinado.
    ________________________________________________________________
    Salve, kecharitomene, coluna de nuvem que contém Deus, e guiando Israel no deserto. ” “O que devo dizer, e que eu deveria falar?” Crisóstomo fôlego pergunta, talvez perguntando a mesma pergunta que o santo Arcanjo Gabriel antes que ele falou com Maria.
    _________________________________________________________________
    Como devo abençoar a raiz de toda a glória?”Crisóstomo continua e explica a origem de seus problemas. Seu dilema vem da circunstância única antes dele, “porque, com exceção de Deus sozinha, ela é superior a todos.” Então, quando você rezar a Ave-Maria, e quando você pronunciar as palavras
    _________________________________________________________________
    Ave Maria cheia de graça”, nunca, nunca, nunca deixe que as sementes de mostarda maravilhosa de uma palavra kecharitomene e todas as suas implicações estar longe de sua mente.

  7. AS IMAGENS SAGRADAS
    __________________________
    O mesmo Deus do céu lhe ordenou a seu povo construir figuras para fins curativos, sagradas e decorativas; como a “serpente de bronze” que foi utilizada como antídoto contra as mordeduras dos repteis no deserto do Sinaí (Números 21, 8);
    _______________________________________________________
    Ou a “arca da aliança”, cofre feito de madeira de acácia e recoberta de ouro, com dois querubins na cobertura, e em cujo interior se encontravam as três grandes relíquias da “Antiga Aliança”, que eram as tabuas da lei, o bastão milagroso de Aarão e uma jarra de ouro com parte do maná (Êxodo 25.10-22; Hebreus 9,3-5).
    ___________________________
    Era tal sua importância e dignidade que Yahvé descia em meio a uma nuvem sobre ela, no lugar mais sagrado da tenda e do templo, que era chamado como “Santíssimo” (Levítico 16,2;
    ___________________________
    Hebreus 9, 1-3), aqui dava as ordens para os israelitas “Ali virei ter contigo, e é de cima da tampa, do meio dos querubins que estão sobre a arca da aliança” (Êxodo 25,22),
    _
    que representavam a presença de Deus”(Hebreus 9,5) .
    _______________________________________________________
    NOTAS:
    Somente os levitas (ajudantes dos sacerdotes) deviam carrega-la quando era transladada em procissão de um lugar a outro (I Crônicas 15, 1-2);
    _
    E MAS…
    Ninguém da parte deles podiam toca-la, pois morriam no ato ( 2 Samuel 6, 6 – 7).
    _
    Oza morreu por tocar a Arca (2Sm 6,6.7; 1Cron 13,9.10). Uns homens foram feridos por ousarem olhar para dentro da Arca (1Sm 6,19).
    _
    A Arca é roubada e sair a Arca de um lugar significava sair a glória de Deus (1Sm 4,21.22). Na terra dos filisteus, para onde levaram a Arca, os homens foram afligidos de hemorroidas (1Sm 5,1-12).
    O próprio Josué em companhia dos anciãos de Israel, se prostraram diante dela para fazer a oração ao Senhor (7,6).
    _____________________________________________________
    Caso contrario foi o que aconteceu aos três jovens hebreus: Sadrac, Mesac y Abed-Nejo; que não quiseram ajoelhar-se para adorar a estátua de ouro que o rei Nabucodonosor mandou construir na Babilônia (Daniel 3,1-18).
    _____________________
    Cumprindo assim o mandato da lei mosaica em Deuteronomio 5,8-9. Então, o que a Bíblia proíbe não é ajoelhar-se, mas o faze-lo para adorar a algo ou a alguém como um deus.
    O TEMPLO DE JERUSALEM
    Este recinto sagrado era chamado como a “casa de Deus” (2 Crónicas 6,18), “Santo Templo” (Salmo 68,5)
    Ou “templo do Senhor” (1Samuel 1,9.24); era considerado como “uma figura do santuário verdadeiro” (Hebreus 9,24);
    _
    E estava adornado a principio por “seres alados, palmeiras, flores, granadas, frutas, leões, touros e grinaldas (coroas de flores)” ( 1 Reis 6, 18.29.32.34-35; 7,19-20,25. 29.36).
    _
    O já mencionado rei Salomão, fez dois enormes anjos de madeira de oliveira e cobertos de ouro, para que o Lugar Santíssimo (1 Reis 6,23. 28-29).
    Anteriormente, Moisés havia dado ordens aos artistas para que confeccionassem no Santuário, dez cortinas de diferentes cores bordadas com dois seres alados (Êxodo 26,1.31-33; 36,8.35); e todo isto com a aprovação celestial.
    E mais, na visião que o profeta Ezequiel teve do “templo futuro”, aparecem duas imagens de um anjo com cara de homem e outro com cara de leão, ao lado de mais “seres alados e palmeiras” (41, 18-20).
    NOTAS:
    Conforme Êxodo 25,18, o próprio Deus mandou Moisés confeccionar estátuas de anjos, chamados querubins.
    _
    De acordo com o versículo 22, Deus promete falar com Moisés DO MEIO das duas imagens dos anjos. Justamente por causa disso é que Deus ficou conhecido como o “Senhor que se assenta sobre os querubins”. (1Sm 4,4; 2Sm 6,2; Sl 79(80),1-3).
    Em Hebreus 9,4, essas imagens dos anjos são chamadas de os “querubins da glória”.
    Em Números 21,4-9, Deus manda Moisés fazer a estátua de uma serpente, que simbolizava Cristo (Jo 2,14), e orienta seu povo a OLHAR para aquela estátua para serem curados.
    _________________________
    AGORA:
    Vejam quanta curiosidade: a serpente representa Jesus, que cura e liberta.
    _
    Por que Deus cura através daquela imagem é que os protestantes não conseguem justificar convincentemente. E a ideia deles se complica mais ainda porque aquela imagem representa simplesmente o próprio Jesus Cristo.
    Outro objeto santo era a Arca da Aliança. A Arca era um objeto de madeira de cetim, coberta de ouro puro, com o propiciatório em cima dela e com duas imagens de querubins por cima do propiciatório.
    O propiciatório também era feito de ouro puro e do meio das duas imagens de querubins Deus falava com Moisés. Observe como era especial o lugar onde Javé falava com Moisés seu servo. Leia Ex 25,10-22.
    ______________________________________________
    Esse objeto era tão sagrado que não ficava em qualquer lugar no tabernáculo de Moisés ou no templo de Salomão. Era-lhe reservado um lugar especial chamado de “Santo dos Santos” ou “Lugar santíssimo”: Ex 26,33.34; 1Rs 6,16.19; 8,6,; 2Cron 5,7.
    _______________________________________________
    Nem Aarão, o sacerdote, podia entrar frequentemente no lugar onde ficava a Arca (Lv 16,2).
    É DITO QUE:
    Eleazar teve que ser consagrado para que guardasse a Arca em sua casa (1Sm 7,1).
    _________________________
    Os sacerdotes e levitas são os únicos que podiam carregar a Arca em procissão (Dt 10,8; 31,9; 1Cron 15,2).
    Para carregá-la eles tinham que se santificarem (1Cron 15,14). Ninguém podia olhar para dentro do lugar onde estava a Arca (Nm 4,5.15.20).
    __
    A Arca é levantada ao som de alegria (1Sm 4,5.6; 2Sm 6,15; 1Cron 15,28). Levantar-se Deus e sua Arca, é o que chamava o povo do Senhor Deus (Nm 10,35; 1Cron 28,2; 2Cron 6,41.42; Sl 132, 8). A Arca vai indicar lugar de descanso e levantá-la é levantar-se o Senhor (Nm 10,33-36).
    ___________________________________________________________________________
    Através dela, Deus livra do mal (1Sm 4,3-8). A casa de Obede-Edom é abençoada por receber esse objeto santo (2Sm 6,11.12; 1Cron 13,14). Deus, o próprio Deus, ordenou a Josué que fizesse procissão com a Arca durante seis dias para que Jericó fosse restaurada (Josué 6 inteiro).
    Por causa da Arca, Israel passa a pé enxuto pelo rio Jordão (Josué 3 inteiro e 4,7.18). Josué e todos os anciãos de Israel se prostraram diante da Arca do Senhor (Jos 7,6).
    Vc percebeu tanta especialidade desse objeto?
    Notou que apesar de tanto respeito pela Arca, Deus não se revoltou, mas até incentivou em vários momentos o respeito por ela? Percebeu que aí não houve idolatria?
    Percebeu que há diferença entre idolatria e respeito pelas coisas sagradas?
    Outra coisa: sabe por que aquele objeto era tão sagrado assim? Porque ele guardava a palavra de Deus, o testemunho, ou seja, as tábuas da lei (Ex 25,16; 31,18; 32,15; Dt 10,2.5; 1Rs 8,9; 2Cron 5,9.10, 6,11; Hb 9,4). A Arca era, então, sagrada por guardar a palavra do Senhor.
    Ela não era Deus, mas apenas uma representação, um símbolo, exatamente como uma imagem.
    Salomão construiu um templo, como está registrado em 1Rs 6-9 e 2Cron 3-7, e Deus em vez de condenar aquele templo cheio de imagens, simplesmente o abençoou.
    Se tudo isso não é idolatria, por que essa maldade injustificável dos protestantes de nos acusar de idólatras, se o que fazemos é exatamente o que faziam os judeus, e até aprovados pelo próprio Senhor?
    A questão é simples:
    Deus condena a idolatria, isto é, condena substituirmos a Ele por outra coisa ou pessoa, mas orienta o seu povo a respeitar, venerar, reverenciar as coisas e pessoas santas. E se os protestantes não sabem distinguir isso é porque falta-lhes ouvir a voz do Senhor, pois tudo isso é simplesmente SANTO.
    Mas o que dizer de Êxodo 20,3-5? Não condena esse texto as imagens?
    A resposta óbvia é: NÃO!
    Se esse texto condenasse as imagens, o próprio Deus não mandaria fazê-las, pois Deus não se contradiz. Na realidade esse texto está apenas condenando a idolatria. Deus abomina ídolos (que são falsos deuses e suas imagens) e não as imagens dos santos.
    _________________________________________________________________________
    É claro que não podemos pôr nada nem ninguém no lugar ou acima de Deus. Deus está sobre tudo. Mas daí não significa que é abominável a veneração às coisas e às pessoas santas.
    Segundo os Salmos 104 (105),15.16, por exemplo, não podemos desprezar os servos do Senhor e conforme Rom 2,10, devemos dar honra, glória e paz a todo obrador do bem.
    RESUMINDO:
    O PRÓPRIO JESUS CRISTO USOU A IMAGEM DA SERPENTE DE BRONZE CONSTRUÍDA POR MOISÉS COMO REFERÊNCIA A
    _
    “E disse o Senhor a Moisés: Faze uma serpente ardente e põe-na sobre uma haste; e será que viverá todo mordido que olhar para ela. E Moisés fez uma serpente de metal e pô-la sobre uma haste; e era que, mordendo alguma serpente a alguém, olhava para a serpente de metal e ficava vivo.” (Nm 21,8-9)
    ENFIM:
    A própria serpente de bronze foi uma prefiguração de Cristo e ele próprio confirma isto, ou seja a crucificação de Cristo foi representada com uma imagem de cobra:
    “Como Moisés levantou a serpente no deserto, assim deve ser levantado o Filho do Homem,” (João 3, 17)

  8. OS PADRES DA IGREJA DÃO O TÍTULO DE MARIA COMO Theotokos QUE QUER DIZER MÃE DE DEUS:
    ____________________________________________________________________

    Santo Irineu (NASCIDO NO ANO 130 d.C)
    “A Virgem Maria, sendo obediente à sua palavra, recebeu do anjo a boa nova de que portaria (portaret) Deus” (Contra as Heresias, 5:19:1)
    ____________________________________________________________________

    Santo Hipólito de Roma (NASCIDO NO ANO 170 d.C)
    “Para de todas as gerações eles têm retratado por diante os grandiosos assuntos para a contemplação e para a ação. Assim, também, eles pregavam o advento de Deus em carne e osso para o mundo, seu advento pela impecável e mãe de Deus (Theotokos) Maria no caminho do nascimento e crescimento, e a forma de sua vida e conversa com os homens, e sua manifestação por meio do batismo, e o novo nascimento, que era para ser para todos os homens, e a regeneração pela pia [do batismo]” (Discurso sobre o Fim do Mundo, 1).
    ___________________________________________________________________

    Gregório de Taumaturgo (NASCIDO NO ANO 213 d.C)
    “Para Lucas, nas narrativas dos evangelhos inspirados, oferece um testemunho não apenas para José, mas também a Maria, a Mãe de Deus, e dá este relato com referência à própria família e da casa de Davi” (Quatro Homilias 1).
    “É nosso dever apresentar a Deus, como sacrifícios, todos os festivais e celebrações de hinário, e em primeiro lugar, [a festa] da Anunciação à santa Mãe de Deus, a saber, a saudação que lhe foi feita pelo anjo, ‘Ave, cheia de graça!’” (Quatro Homilias 2).
    ______________________________________________________________

    ALEXANDRE DE ALEXANDRIA NASCIDO NO ANO 250
    _

    “Depois disso, recebemos a doutrina da ressurreição dos mortos, dos quais Jesus Cristo, nosso Senhor tornaram-se os primeiros frutos; Quem deu à luz um corpo, na verdade, não na aparência, derivado de Maria, mãe de Deus ,em plenitude do tempo peregrinando entre a raça, para a remissão dos pecados: quem foi crucificado e morreu, apesar de tudo isso sofreu nenhuma diminuição de Sua Divindade “.
    Alexandre de Alexandria, Epístola aos Alexander, 12 (AD 324), em NPNF2, III: 40

    _________________________________________________________________

    ATANÁSIO NASCIDO NO ANO 296
    _
    “E o anjo em sua aparência, ele mesmo confessa que ele foi enviado por seu Senhor, como Gabriel confessou no caso de Zacarias, e também no caso de Maria, portadora de Deus.”
    Atanásio, Orations III, 14 (AD 362), em NPNF2, IV: 401

    __________________________________________________________________
    CIRILO DE JERUSALÉM NASCIDO NO ANO 313

    “Muitos, meus amados, são os verdadeiros testemunhos a respeito de Cristo
    O Pai dá testemunho do céu de Seu Filho: o Espírito Santo dá testemunho, descendente corporal à semelhança de uma pomba: o Arcanjo Gabriel é testemunha, trazendo boas novas para Maria: o Virgem Mãe de Deus é testemunha: o lugar abençoado da manjedoura testemunha “.
    Cirilo de Jerusalém, catequético Palestras, X: 19 (CAD 350), em NPNF2, VII: 62
    __________________________________________________________________

    GREGÓRIO NAZIANO NASCIDO NO ANO 330

    “Se alguém não acredita que Santa Maria é a Mãe de Deus, ele é cortado da Divindade.”
    Gregório de Nazianzo, Para Cledonius, 101 (AD 382), em NPNF2, VII: 439
    _____
    ____________________________________________________________________
    GREGÓRIO DE NISSA NASCIDO NO ANO 335

    “Da mesma forma que, na idade de Maria, mãe de Deus, ele que reinou desde Adão até sua vez encontrado, quando ele veio até ela e correu suas forças contra o fruto de sua virgindade como contra uma rocha, que ele foi quebrado para peças em cima dela, então em cada alma que passa por esta vida na carne, sob a proteção da virgindade, a força da morte é de uma maneira quebrado e anulado, pois ele não encontrar os lugares em que ele pode corrigir seu ferrão “.
    Gregório de Nissa, sobre a virgindade, 14 (AD 370), em NPNF2, V: 359-360

    EPIFÂNIO NASCIDO NO ANO 310

    “Ele reformulou o homem a perfeição em si mesmo, a partir de Maria, a Mãe de Deus, através do Espírito Santo.”
    Epifânio, O homem bem ancoradas, 75 (AD 374), em JUR, II: 70

    ________________________________________________________________

    AMBRÓSIO NASCIDO NO ANO 337

    “Vamos, então, a vida de Maria ser como se fosse a virgindade em si, estabelecido em uma semelhança, a partir do qual, a partir de um espelho, o aparecimento de castidade e a forma de virtude é refletida. Com isso você pode levar o seu padrão de vida, mostrando, por exemplo, as regras claras de virtude. O que você tem que corrigir, para efeito, e se apegam A primeira coisa que acende ardor na aprendizagem é a grandeza do professor que é maior do que a Mãe de. Deus? ”
    Ambrósio , virgindade, II: 6 (CAD 378), em NPNF2, X: 374
    ________________________________

    TEODORO DE MOPSUÉSTIA NASCIDO NO ANO 350

    “Para a pergunta:” Maria é o portador do homem, ou o portador de Deus? ‘ devemos responder: ‘Of Both’ ”
    Teodoro de Mopsuéstia, A Encarnação, 15 (AD ante 428), em FCTL, 168

    JOÃO CASSIANO NASCIDO NO ANO 360

    “E então você diz, O herege, quem quer que seja, que negam que Deus nasceu da Virgem, que Maria, a Mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo não deveria ser chamado Theotocos, isto é, Mãe de Deus, mas Christotocos, ou seja, , somente a Mãe de Cristo, não de Deus.

    Pois ninguém, você diz, traz à tona o que é anterior no tempo. E desse argumento completamente ridículo em que você acha que o nascimento de Deus pode ser entendido por mentes carnais, e fantasia que o mistério de Sua Majestade pode ser explicada pelo raciocínio humano, vamos, se Deus permitir, diga alguma coisa mais tarde.

    No entretanto, agora vamos provar por testemunhos divinos que Cristo é Deus, e que Maria é a Mãe de Deus “.
    João Cassiano, a encarnação de Cristo, II: 2 (AD 430), em NPNF2, XI: 556
    ______________________________________________________________________

    CIRILO DE ALEXANDRIA NASCIDO NO ANO 378

    “Mas desde que a Santíssima Virgem deu à luz segundo a carne Deus pessoalmente unida a carne, por esta razão, dizemos de que ela é Mãe de Deus, não como se a natureza da Palavra teve seu inicio de ser de carne e osso, pois ele era no início, eo Verbo era Deus, eo Verbo estava com Deus …. mas, como dissemos antes, porque ter a natureza do homem pessoalmente unida a si mesmo … ”
    Cirilo de Alexandria, a Nestório, Epístola 17:11 (AD 430), no CCC, 306
    ______________________________________________________

    CONCÍLIO DE EFESO REALIZADO NO ANO 431

    “Se alguém não confessar que o Emanuel é muito Deus, e que, portanto, a Santíssima Virgem é a Mãe de Deus (Theotókos), na medida em que na carne ela gerou o Verbo de Deus feito carne [como está escrito:”
    _
    A Palavra se fez carne ‘: seja anátema “.
    Concílio de Éfeso, Anathemas contra Nestório, I (AD 430), em NPNF2, XIV: 206
    ______________________________________________________________

    VICENTE DE LERINS MORTO NO ANO 445
    ASSIM ESCREVEU:

    Por pelo dom singular daquele que é o nosso Senhor e Deus, e além disso, o seu próprio filho, ela deve ser confessado mais verdadeira e mais felizmente – A mãe de Deus” Theotocos ‘, mas não no sentido em que é imaginado por um certo irreverente heresia que mantém, que ela deve ser chamada de Mãe de Deus, por qualquer outra razão que não porque ela deu à luz a que o homem que mais tarde tornou-se Deus, assim como falamos de uma mulher como a mãe de um sacerdote ou a mãe de um bispo, o que significa que ela era tal, não dando à luz a um já um sacerdote ou um bispo, mas por dar à luz aquele que mais tarde tornou-se um sacerdote ou um bispo. Não assim, digo eu, foi o santo Maria ‘Theotocos, “a mãe de Deus, mas sim, como foi dito antes, porque em seu ventre sagrado foi forjado que a maioria mistério sagrado em que, por conta da unidade singular e original de Pessoa, como a Palavra em carne é carne , então Man em Deus é Deus “.
    Vicente de Lerins, Commonitories, 15 (AD 434), em NPNF2, XI: 142-143
    ______________________________________________________________________

    JOÃO DAMASCENO NASCIDO NO ANO 676
    “Assim, pois Ele era ao mesmo tempo em todas as coisas e, acima de todas as coisas e também habitaram no seio da Santa Mãe de Deus, mas em que pela energia da encarnação.”
    João Damasceno, Fonte de Conhecimento, III: 7 (AD 743), em NPNF2, IX: 51
    _________________________________________________________________

    ______________________________________________________________
    ______________________________________________________________
    Pedro de Alexandria (305 d.C)
    “Eles vieram para a Igreja da Santíssima Mãe de Deus e sempre Virgem Maria, que, como se começou a dizer, ele tinha construído no bairro ocidental, em um subúrbio, um cemitério dos mártires.” (Os Atos genuínos de Pedro de Alexandria).
    _____________________________________________________________
    METÓDIO TERCEIRO SÉCULO:
    “Salve a ti para sempre, Virgem Mãe de Deus, nossa alegria incessante, pois para ti Eu volto novamente. Você é o início de nossa festa; Você é o seu meio e fim, a pérola de grande valor, que pertence ao reino; a gordura de cada vítima, o altar vivo do Pão da Vida. Salve, você tesouro do amor de Deus. Salve, você, fonte de amor do Filho para o homem […] você brilhava, doce dom-outorgante Mãe , com a luz do sol, você brilhou com os fogos insuportáveis de da mais fervorosa caridade, trazendo no final, aquele que foi concebido de você […] para manifestar o mistério escondido e indizível, o Filho do Pai invisível, o Príncipe da Paz, que de uma forma maravilhosa mostrou-se como menos do que toda pequenez.”(Oração sobre Simeão e Ana 14).
    Cirílo de Jerusalém (350 d.C)
    “O Pai dá testemunho do céu para seu Filho. O Espírito Santo dá testemunho, descendo corporalmente na forma de uma pomba. O arcanjo Gabriel é testemunha, trazendo as boas novas a Maria. A Virgem Mãe de Deus é testemunha…” (Leituras Catequéticas 10, 19).
    Efraim, o Sírio (NASCIDO NO ANO 306 d.C)
    “Apesar de ainda ser virgem, ela carregava uma criança em seu ventre, e a serva e obra de sua sabedoria tornou-se a Mãe de Deus” (Cantos de Louvor 1, 20).
    _______________________________________________________________
    Epifânio de Salamissa (NASCIDO NO ANO 310 d.C)
    “Ser perfeito ao lado do Pai, encarnado entre nós, não na aparência, mas na verdade, ele [o filho] homem remodelada para a perfeição em si mesmo a partir de Maria, a Mãe de Deus através do Espírito Santo” (O homem bem ancorada 75).
    ______________________________________________________________
    São Jerônimo (NASCIDO NO ANO 347 d.C)
    “Quanto à forma como a virgem tornou-se Mãe de Deus, ele tem pleno conhecimento; de como ele mesmo nasceu, ele não sabe nada.” (Contra Rufino 2, 10).
    ________________________________________________

  9. tenho algumas perguntas:
    1- o que é a tal co-redenção de maria? quando essa doutrina se originou? Não há, por acaso, algum documento católico que ateste a instauração dessa doutrina?
    2- não está na Bíblia que o único mediador entre Deus e os homens é Jesus Cristo?
    3- Os católicos creêm que Maria morreu e foi enterrada ou então alçou aos céus assim como Jesus? E que também o fizeram Elias e Enoque? Quando essa doutrina se originou?
    4 – Um dos argumentos que o Dr. William Lane Craig, um apologista cristão, utiliza para refutar muitas das afirmações do Islamismo, é que e eles atribuem coisas demais às suas tradições e histórias. Não somente aos textos do seu corão. Ele argumenta e demonstra que, com o passar do tempo, a tradição tende a acrescentar coisas à história, mitos e lendas tornam-se dogmas e doutrinas e por isso convém melhor fiar-se aos textos originais. No caso do cristianismo, no caso da Bíblia temos um documento histórico e corroborado ainda com os pergaminhos do mar morto etc e talz. Com isso em mente, que argumentos podem me fornecer católicos a favor da tradição? Que evidências podem me fornecer sobre os inícios dessas doutrinas, quem as instaurou e tudo o mais? Digo, por exemplo, em confissões de Agostinho o texto parece-me exaltar como Senhor e Salvador e Redentor tão somente a Jesus…Deixo claro que percebo em Agostinho reverência e respeito a Maria, e creio que todo cristão deve assim proceder, mas daí a orar para ela e talz isso eu já não compreendo…Cito Agostinho por que gosto do pensamento dele e sei que ele remonta a uma Igreja ainda bem recente,no século V e talz…por isso, estando ele cronológicamente mais perto dos eventos que fundamentam nossa fé e relatados nos evangelhos, creio ser ele uma melhor testemunha e em melhor posição para julgar as coisas, sei lá.
    5 – No caso de intercessão, como se dá isso? Parece-me que no antigo testamento as pessoas pediam intercessão aos sacerdotes junto a Deus, mas isso não deveria acabar com o ministério perfeito de Jesus Cristo? Como justificar orar e pedir coisas a homens e mulheres, por mais perfeitos critãos que fossem, não são de modo algum Deus ou hábeis mediadores entre Deus e os homens…ademais, não dormem eles até o dia do juízo?
    6 – Como a Igreja Católica compreende as revelações do apocalipse? Ouvi dizer que há alguma doutrina de que o reino de cristo começou na sua ascensão aos céus e estamos aqui preparando o caminho para sua volta, alguma coisa como amilenar ou sei lá, não entendo direito, poderiam me explicar isso? Se assim for, como se justifica a idéia de que a cidade santa descerá dos céus?
    7 – como se dá a idéia da santa ceia entre os católicos? Digo, se vocês creem que na eucaristia o sacrifício de Jesus é feito novamente e comemos a carne e bebemos o sangue de nosso Senhor, não seria isso o mesmo que crer que o primeiro sacrifício na Cruz não foi suficiente? de que é preciso repeti-lo, não de modo simbólico para lembrar do sacrifício, mas sim de um modo sobrenatural reencenar, refazer o sacrifício, como um remédio que precisa de mais de uma dose para “pegar”…

    Acho que são essas as minhas perguntas por ora, me desculpem se ofendi alguém, acredito ser um homem sinceramente buscando a Deus. Creio ser cristão e quando me pergunto essas coisas sempre tento manter em mente que não são essas coisas que fundamentam minha fé, antes, a vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo…

    um abraço e obrigado a quem me responder…

  10. Gente, só queria pedir um favor: realmente, como católicos, devemos sim defender nossa fé, mas o que eu gostaria de pedir é: saibam debater, seja oralmente ou por escrito. Já vi em muitas comunidades, blogs etc católicos xingando os protestantes, com palavrões, sarcasmos e grosserias sem motivo. Isso não é ser católico. Com toda a certeza, temos que responder as suas perguntas e questionamentos, mas jamais baixar o nível, pois assim perdemos a razão. Mesmo se o protestante xingar e gritar. E até melhor assim, pois quem estará se revelando sem razão será ele, não o católico. Devemos combater o mal com o bem. Que Maria Santíssima nos abençoe e guie com seu Santo Esposo, o Espírito Santo.
    PS: Por isso gostaria de parabenizar os debates do site Lepanto. Até agora, só vi verdadeiros argumentos, racionais e educados. Paz e bem!

    • Sou protestante e confesso do fundo do meu coração que não tenho nada contra Maria mãe de Jesus. Pelo contrário: Eu já fiz uma pregação falando muito bem de Maria no dia das mães.
      Gostei muito do comentário da Lara na qual disse:
      Lara disse: 7 de julho de 2012 às 22:20
      Gente, só queria pedir um favor: realmente, como católicos, devemos sim defender nossa fé, mas o que eu gostaria de pedir é: saibam debater, seja oralmente ou por escrito. Já vi em muitas comunidades, blogs etc católicos xingando os protestantes, com palavrões, sarcasmos e grosserias sem motivo. Isso não é ser católico. Com toda a certeza, temos que responder as suas perguntas e questionamentos, mas jamais baixar o nível, pois assim perdemos a razão. Mesmo se o protestante xingar e gritar. E até melhor assim, pois quem estará se revelando sem razão será ele, não o católico. Devemos combater o mal com o bem. Que Maria Santíssima nos abençoe e guie com seu Santo Esposo, o Espírito Santo.
      PS: Por isso gostaria de parabenizar os debates do site Lepanto. Até agora, só vi verdadeiros argumentos, racionais e educados. Paz e bem! Eu por exemplo já fui vítima várias vezes deste tipo de agressão dos católicos e confesso que estes pessoais não são católicos de verdade. Tem alguma coisa por detrás disto.
      Minhas considerações: Pelo que observo à igreja católica não aceita a bíblia como a única fonte de informação para as revelações da bíblia. Se for mesmo depender unicamente das escrituras, a bíblia não dá uma revelação direta que Maria mãe de Jesus teria uma participação salvadora de interceder pelos cristãos como hoje os católicos fazem na prática buscando por Maria. Os católicos sabem que não existe na bíblia nenhuma passagem de que Maria foi invocada pelos primeiros cristãos. O foco era buscar a presença de Jesus e a única promessa feita a igreja e também a Maria, foi a promessa de um consolador o Espírito Santo que ficaria conosco. Depois viria a pergunta: Por que Deus não revelou que Maria seria a virgem santa, sem pecado original que veio para dirigir a sua igreja junto com Jesus no céu intercedendo por nós?
      Pelo contrário: As escrituras dão a entender em alguns pontos que José e Maria tiveram relações sexuais. Por que Deus no seu poder onisciente e onipresente não deixou uma revelação mais sólida para não existir tanta discussão? Por que Deus dividiria os cristãos para um pensarem diferente do outro?
      Se nada sabemos de Jesus sobre sua adolescência até os 30 anos é por que Deus achou por bem não revelar nada. O importante para Deus era os 3 anos e meio de ministério aqui na terra. Os escritores do evangelho esqueceu Maria e ninguém fala dela como alguém como uma pessoa que uniria a Jesus na obra de intercessão. Jesus disse: Eu sou o caminho.
      A bíblia foi selada e o apóstolo Paulo sabia que muitos hereges estavam penetrando na doutrina apostólica para criar ensinos que nunca eles receberam de Jesus.
      Paulo sabia disto e escreveu aos Gálatas dizendo: “Ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema.” Gálatas 1:8.
      Então como é que podemos criar doutrina que não foi revelada pela igreja?
      Vou ser sincero: Se vocês católicos me provarem num só versículo que alguns da igreja primitiva buscaram Maria como intermediaria entre nós e Jesus Cristo eu serei o primeiro a mudar o pensamento dos protestantes. Afinal de contas por que iremos ter raiva de Maria mãe de Jesus?
      E ainda vou mais longe: Esta doutrina da virgindade perpétua de Maria surgiu fora dos evangelhos, com teorias criadas a partir das escrituras. Existem teorias que aqueles filhos de José eram de um casamento anterior a Maria e isto prova que a questão não está elucidada ou provada como verdadeira doutrina católica. A igreja achou por bem adotar esta teoria por ser a mais desejável para perpetuar a virgindade de Maria.
      Depois vem em cima disto os teólogos afirmarem que Maria não tinha o pecado original. Como não, se o pai de Maria tinha a natureza pecaminosa de Adão? Se o pai tem uma natureza pecaminosa, os filhos também terão. Em romanos 5:12 diz: Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram.
      Então por que Maria não estaria nesta lista? Não foi por causa do pecado original que Jesus nasceu por obra do Espírito Santo?
      Por fim se Jesus purificou Maria para que ela não tivesse a mancha do pecado original, onde estaria isto escrito na bíblia?
      Eu aguardo as considerações. Fiquemos na paz.

  11. Os protestantes se parecem com os cristãos. Eles tem um grupo religioso (ou melhor, são milhões de grupos religiosos diferentes entre si), que alguns deles se parecem com a Igreja. Eles tem líderes que se parecem com a hierarquia da Igreja. Eles tem até um livro que chamam de bíblia, que se parece com as Sagradas Escrituras. Eles tem uma ceia que se parece com a Santíssima Eucaristia. E eles tem uma mulher comum, pecadora, como mãe de seu suposto Jesus, que em nada se parece com a Maria Santíssima, mãe do próprio e único Deus Verdadeiro. Protestantes! Não percam sua alma. Aceitem a Verdade e voltem correndo para a Casa do Pai (sua única, santa, católica e apostólica Igreja), como fez o arrependido Filho Pródigo do Pai Amoroso.

  12. Nos catolicos sabemos que a maioria dos protestantes,compram uma briga conosco denegrindo a imagem da mae de Jesus,diz que Nossa Senhora foi uma mulher qualquer,tornando em suas mentes alienadas uma rivalidade entre a imagem da mae versos a imagem do filho,enchem o peito e dizem que Santa Maria nao e Santa,hipocritas,se julgam salvos,usando o nome do FILHO DE DEUS,se entregando a jESUS,dizem agora sou santo.E…N.Senhora nao.que absurdo.Mas proximo a mim eu nao admito nenhum deles falar mal de minha mae.amem

    • ANGELA MARIA ESTÁ NO CRISTIANISMO DESDE O PRIMEIRO SÉCULO E OS PRÓPRIOS APÓSTOLOS DE JESUS FAZEM REFERENCIAS A ELA VEJA

      MARIA IMACULADA CONCEIÇÃO.

      Bem meus irmãos Católicos esse tópico será totalmente dedicado a um Dogma Mariano não aceito pelos protestantes, alias nenhum Dogma Mariano é aceito por eles, pois como diz a profecia de Gêneses (A serpente tem ódio da Mulher) então nada que venha de Virgem Maria será aceito pelos hereges.
      Vamos falar sobre o Dogma da Imaculada Conceição:
      Os hereges deixam de acreditar nesse Dogma usando seus argumentos chulos de que Maria sendo Imaculada de pecados estaria sendo cultuada como deusa, esse tipo de argumento é ridículo, pois eles esquecem que o nome do Dogma não é (Maria Imaculada para si própria), e sim (Maria Imaculada Conceição).
      Observem que (conceição) vem de (concepção), ou seja, Maria não foi Imaculada para ser deusa e sim para conceber em seu ventre Deus Encarnado. Sendo assim nascer Imaculada de pecados não foi um atributo para Maria e sim para o Verbo Encarnado nascer em um ventre totalmente santo e purificado de qualquer tipo de pecado.
      Assim diz o autor de Hebreus.
      “11. Porém, já veio Cristo, Sumo Sacerdote dos bens vindouros. E através de um tabernáculo mais excelente e mais perfeito, não construído por mãos humanas (isto é, não deste mundo);” (Hebreus capítulo 9)
      Com essas palavras o autor diz claramente que Jesus Cristo entrou no mundo através de um tabernáculo (EXCELENTE E PERFEITO) não construindo por mãos humanas, ou seja, ele se refere ao ventre de Maria por onde nosso senhor entrou no mundo, um ventre excelente e perfeito; preparado para receber Nosso Senhor (Deus encarando).
      Por esse mesmo motivo São Lucas (devoto de Maria) escreve em seu evangelho um termo totalmente significativo.
      Em (Lucas capítulo 1 verso 28):
      (Grego)
      χαιρε κεχαριτωμενη ο κυριος μετα σου

      (Tradução para o português)
      Ave cheia de graça, o Senhor está com você
      Nesse termo podemos encontrar exatamente o Dogma e o porquê existe essa verdade de fé dentro da única Igreja de Cristo.
      A saudação do Anjo a Virgem Maria (Ave cheia de graça) maravilhosamente traduzida como (Gracia plena) pelo maior conhecedor das línguas Bíblicas que foi São Jerônimo, demonstra que a Virgem Maria estava completamente em estado de GRAÇA, sendo assim não caberia mais nada além de graça em seu ser.
      Quando o Anjo acrescentou o termo (O senhor está contigo) nesse momento ele explica o porquê Virgem Maria era Imaculada de pecados vivendo em um total estado de Graça, essa Graça foi concedida a Virgem Maria para receber o Verbo Encarando em seu ventre santificado por obra Divina, ou seja, ela foi preparada (não por mãos humanas) para receber Nosso Senhor Jesus Cristo.
      Observem que os profetas do (AT) já revelavam que Virgem Maria nasceria Imaculada de pecados.
      “8 Há sessenta rainhas, oitenta concubinas, e virgens sem número. 9 Mas uma só é a minha pomba, a minha imaculada; ela e a única de sua mãe, a escolhida da que a deu à luz. As filhas viram-na e lhe chamaram bem-aventurada; viram-na as rainhas e as concubinas, e louvaram-na.” (Cântico capítulo 6)
      Nessa profecia do livro de Salomão, ele diz claramente que:
      A bem aventurada louvada por Rainhas e Concubinas seria (Imaculada).
      Sendo assim todas as profecias do (AT) foi perfeitamente cumpridas, e a Imaculada conceição foi uma dessas profecias.
      Santo Agostinho um dos maiores doutores da Igreja Católica afirma:
      “que todos os justos conheceram o pecadomenos a Santa Virgem Maria, a qual, pela honra do Senhor, não quero que entre nunca em questão quando se trate de pecados.” (Agostinho contra Pelágio)
      Esta é uma das orações mais antigas e vem do rito oriental de Antioquia sendo atribuída a São Tiago Menor, o primeiro bispo de Jerusalém:
      “Fazemos memória de nossa Santíssima, IMACULADA, e gloriosíssima Senhora Maria, MÃE DE DEUS e SEMPRE VIRGEM.”
      “Prestemos homenagem, principalmente, a Nossa Senhora, a Santíssima, IMACULADA e abençoada acima de todas as criaturas, a gloriosíssima MÃE DE DEUS, SEMPRE VIRGEM MARIA.”
      E os cantores respondem:
      “É verdadeiramente digno que nós vos proclamemos bem-aventurada e em toda linha irrepreensível, MÃE DE NOSSO DEUS, mais digna que os querubins, mais digna de glória que os serafins; a vós que destes à luz o Verbo divino, SEM PERDER A VOSSA INTEGRIDADE PERFEITA, nós glorificamos como MÃE DE DEUS.” (S. Jacob in Liturgia sua)
      Na Liturgia dos etíopes, de autor desconhecido, mas cuja composição data do primeiro século, se encontra diversas menções explícitas da Imaculada Conceição. Uma das suas orações se inicia nestes termos:
      “Alegrai-vos, Rainha, verdadeiramente Imaculada, alegrai-vos, glória de nossos pais, é pela intercessão da Imaculada Virgem Maria que o Sacerdote invoca a Deus em favor dos fiéis, Pelas preces e a intercessão que faz em nosso favor Nossa Senhora, a Santa e Imaculada Virgem Maria.”
      Como documento ainda do primeiro século, temos estas palavras do apóstolo Santo André dirigidas ao procônsul Egeu e que consta nas atas do martírio deste santo:
      “Tendo sido o primeiro homem formado de uma terra imaculada, era necessário que o homem perfeito nascesse de uma Virgem igualmente imaculada, para que o Filho de Deus, que antes formara o homem, reparasse a vida eterna que os homens tinham perdido” (Cartas dos Padres de Acaia)

    • VIRGINDADE PERPÉTUA DE MARIA (I).

      Os quatros supostos irmãos de Jesus Cristo.
      Bem meus irmãos Católicos, esse sim é um assunto complicado, pois é uma ferida no peito dos hereges protestantes em sua perseguição e seu ódio contra a Mulher e a sua descendência, infelizmente dentro da desgraça protestante não se prega castidade, santidade e vida espiritual, sendo assim, esses hereges perseguem qualquer doutrina que fira o seu modo mundano de seguir os seus próprios conceitos pessoais fora de uma vida espiritual, ou seja, esses hereges não suportam a verdade de que pessoas Santas se entregaram de corpo e Alma a sua vida para Deus; realmente é difícil para uma pessoa que só tem sexo na cabeça compreender a Virgindade Perpetua de Maria e a castidade de São José.
      Porem, nós Católicos da única Igreja de Jesus Cristo estamos fora dessa vida mundana e conseguimos compreender exatamente o modo espiritual em que viveram os Santos e Santas, onde muitos deles viveram em plena castidade entregando totalmente a sua vida para Deus, isso não quer dizer que o sexo é pecado e sim que a castidade é Santa, ou seja, pessoas decidiram por sim só viverem em total castidade ou celibato, não foi só Virgem Maria que viveu com esse propósito, São João Batista e São Paulo são exemplos Bíblicos de castidade e celibato.
      Bem, vamos começar a provar a Virgindade Perpétua de Maria Santíssima com as profecias do (AT) a respeito:
      “12. És um jardim fechado, minha irmã, minha esposa, uma nascente fechada, uma fonte selada.” (Câticos capítulo 4)
      Como eu já provei em outros tópicos, varias citações do livro de Cânticos dos Cânticos são referentes a Bem Aventurada por todas gerações, ou seja, Virgem Maria.
      Nesse verso o Profeta diz claramente que Maria seria um jardim fechado, uma nascente fechada e uma fonte selada, fica claro nessa profecia de que Maria seria Virgem antes e depois do nascimento de Jesus Cristo.
      Agora eu colocarei aqui uma Profecia do livro de Sabedoria de Salomão a respeito de Virgem Maria e de São José.
      “13. Feliz a mulher estéril, mas pura de toda a mancha, a que não manchou seu tálamo: ela carregará seu fruto no dia da retribuição das almas. 14. Feliz o eunuco cuja mão não cometeu o mal, que não concebeu iniqüidade contra o Senhor, porque ele receberá pela sua fidelidade uma graça de escol, e no templo do Senhor uma parte muito honrosa,” (Sabedoria capítulo 3)
      Observem que isso são Profecias e todas as Profecias requer uma interpretação, a mulher estéril no caso é uma figuração da virgindade de Maria, o eunuco é uma figuração de São José, pois os primeiros capítulos do livro de Sabedoria são todos messiânicos.
      Agora observem o próximo texto:
      “1. Mais vale uma vida sem filhos, mas rica de virtudes: sua memória será imortal, porque será conhecida de Deus e dos homens. 2. Quando está presente, imitam-na; quando passada, desejam-na; ela leva na glória uma coroa eterna, por ter triunfado sem mancha nos combates.” (Sabedoria capítulo 4)
      Prestem atenção nesse texto, o autor diz:
      Mais vale uma vida sem filhos, “mas rica em virtudes”, sua memória será imortal, agora eu pergunto:
      Quem foi proclamada Bem Aventurada por todas as gerações por causa de suas virtudes? A resposta está no Novo Testamento, quem possui o Espírito Santo saberá do que eu estou me referindo.
      Bem, agora vamos partir para o (NT).
      Esse é o versículo mais usado pelos protestantes para sustentar a heresia de pregar contra a Virgindade Perpétua de Maria Santíssima:
      “3. Não é ele o carpinteiro, (o filho de Maria), o irmão de Tiago, de José, de Judas e de Simão? Não vivem aqui entre nós também suas irmãs? E ficaram perplexos a seu respeito.” (Marcos capítulo 6)
      Prestem bem atenção no primeiro grifo em parênteses e observem que o autor usa o singular para afirmar que Jesus Cristo é o filho de Maria Santíssima, qualquer pessoa que saiba interpretar textos entendera que o autor está afirmando que Jesus Cristo é filho único de Virgem Maria, no caso dela ter tido mais filhos com São José o autor usaria o termo no plural, que ficaria dessa forma.
      “Não é ele o carpinteiro, um dos filhos de Maria…”.
      Porém, fica difícil cobrar interpretação de texto desses pastores que mal sabem escrever o seu próprio nome, e olha que eu não sou nenhum exemplo, até porque eu possuo certa limitação com a gramática.
      Bem, agora vamos tentar identificar Biblicamente quem são cada um desses supostos irmãos de Jesus Cristo, vocês irão se surpreender, pois nem entre eles (os quatro) exista um grau de irmandade maternal e paternal, eu vou provar para todos vocês que entre esses quatros supostos irmãos de Jesus Cristo dois deles eram pai e filho, ou seja, pai e filho não podem ser filhos da mesma mãe.
      Iremos começar com “Tiago”, quem era esse Tiago? Segundo São Paulo esse Tiago era conhecido como “Irmão do Senhor”, porém ele era um dos 12 Apóstolos.
      “18. Três anos depois subi a Jerusalém para conhecer Cefas, e fiquei com ele quinze dias. 19. Dos outros apóstolos não vi mais nenhum, a não ser Tiago, irmão do Senhor.” (Gálatas capítulo 1)
      Observem o que São Paulo diz; ele diz que depois da sua conversão ele foi a Jerusalém para conhecer São Pedro, o mais importante é que ele afirma que além de São Pedro só estava em “Jerusalém Tiago Irmão do Senhor”, porém ele afirma que esse Tiago era um dos Apóstolos.
      Agora vamos contar quantos Apóstolos possuíam o nome Tiago e qual era o nome de seu Pai.
      “2. Eis os nomes dos doze apóstolos: o primeiro, Simão, chamado Pedro; depois André, seu irmão. Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão. 3. Filipe e Bartolomeu. Tomé e Mateus, o publicano. Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu. 4. Simão, o cananeu, e Judas Iscariotes, que foi o traidor.” (Mateus capítulo 10)
      “16. Escolheu estes doze: Simão, a quem pôs o nome de Pedro; 17. Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, aos quais pôs o nome de Boanerges, que quer dizer Filhos do Trovão. 18. Ele escolheu também André, Filipe, Bartolomeu, Mateus, Tomé, Tiago, filho de Alfeu; Tadeu, Simão, o Zelador; 19. e Judas Iscariotes, que o entregou.” (Marcos capítulo 3)
      “13. Ao amanhecer, chamou os seus discípulos e escolheu doze dentre eles que chamou de apóstolos: 14. Simão, a quem deu o sobrenome de Pedro; André, seu irmão; Tiago, João, Filipe, Bartolomeu, 15. Mateus, Tomé, Tiago, filho de Alfeu; Simão, chamado Zelador; 16. Judas, Filho de Tiago; e Judas Iscariotes, aquele que foi o traidor.” (Lucas capítulo 6)
      Bem, lendo os texto em grifos podemos entender claramente que só existem dois “Apóstolos com o nome Tiago”:
      1º) Filho de Zebedeu e irmão de São João Evangelista.
      2º) Filho de Alfeo que mais para frente vamos ver que ele é Alfeo Cleofas.
      Conclusão de que o primeiro suposto irmão de Jesus Cristo não era filho de Virgem Maria e São Jose.
      Agora vamos partir para “José”; quem era esse Jose? Entre os quatros supostos irmãos de Jesus Cristo esse é o personagem que eu mais gosto, pois com ele eu consigo derrubar (3) coelhos com um tiro só, estudando esse personagem eu posso concluir quem ele era realmente, quem era a sua mãe e que dos outros três supostos irmãos de Jesus Cristo apenas Tiago Apostolo era o seu irmão biológico, sendo assim, Judas e Simão eram apenas parentes próximos de Tiago e Jose.
      Os principais textos referentes a Jose são esse:
      “56. Entre elas se achavam Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu.” (Mateus capítulo 27)
      “40. Achavam-se ali também umas mulheres, observando de longe, entre as quais Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, o Menor, e de José, e Salomé” (Marcos capítulo 15)
      “23. Propuseram dois: José, chamado Barsabás, que tinha por sobrenome Justo, e Matias.” (Atos capítulo 1)
      Prestem bem atenção nos textos de Mateus e Marcos, observem que o mesmo autor que cita “Tiago, Jose, Judas e Simão” como irmãos de Jesus Cristo, nesse texto o autor cita que apenas “Tiago e Jose” são filhos de dessa Maria, será que o autor se esqueceu de Judas e Simão? Será isso possível? Lógico que não, apenas que Judas e Simão não eram filhos dos mesmos pais que Tiago e Jose, todos eles eram parentes apenas um do outro e, por sua vez, os quatro eram parentes próximos de Jesus Cristo onde na cultura Judaica se usavam a palavra (Irmãos).
      Mesmo assim temos que saber quem era essa Maria mãe de Tiago e Jose, pois os hereges poder acreditar que se tratava de Maria Santíssima.
      Vamos colocar aqui alguns textos dos quatros evangelhos para assim descobrir quem era essa Maria mãe de Tiago e Jose.
      “56. Entre elas se achavam Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu.” (Mateus capítulo 27)
      “40. Achavam-se ali também umas mulheres, observando de longe, entre as quais Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, o Menor, e de José, e Salomé” (Marcos capítulo 15)
      “25. Junto à cruz de Jesus estavam de pé sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria, mulher de Cléofas, e Maria Madalena.” (João capítulo 19)
      Mateus cita que ao pé da cruz estavam:
      Maria Madalena.
      Maria mãe de Tiago e Jose.
      A mãe dos filhos de Zebedeu.
      Marcos cita que ao pé da cruz estavam:
      Maria Madalena.
      Maria mãe de Tiago e Jose.
      Salomé (Mãe dos filhos de Zebedeu).
      Já São João nos mostra uma informação a mais do que os outros Evangelhos, ele diz que ao pé da cruz estavam:
      Virgem Maria a mãe de Jesus Cristo.
      Maria mulher de Cleofas irmã (parente) de Virgem Maria e é a mãe de Tiago e Jose.
      Maria Madalena.
      Omite a sua mãe (que seria Salome).
      Conclusão:
      A Maria mãe de Tiago e Jose citada por Mateus e Marcos é a mesma Maria mulher de Cleofas que São João diz ser irmã (parente) de Virgem Maria Santíssima.
      Assim fica mais fácil descobrir o porque os filhos de Maria mulher de Cleofas eram tratados como irmãos (parentes) de Jesus Cristo, pois essa Maria era parente de Virgem Maria Santíssima.
      Agora observem que essa Maria mulher de Cleofas e mãe de Tiago e Jose era tratada como a “outra Maria”:
      “1. Passado o sábado, Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, e Salomé compraram aromas para ungir Jesus.” (Marcos capítulo 16)
      “1. Depois do sábado, quando amanhecia o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o túmulo.” (Mateus capítulo 28)
      Agora eu pergunto para esses hereges:
      Alguém em plena sã consciência acredita que “Virgem Maria” mãe do Salvador seria tratada pelos Apóstolos como “outra Maria”? Lógico que o autor ao se referir “outra Maria” estava se referindo a essa parenta de Virgem Maria que possuía o mesmo nome da mãe do Salvador.
      Resumindo:
      Jose o segundo suposto irmão de Jesus Cristo era:
      Irmão biológico de Tiago Apostolo.
      Filho de Maria mulher de Cleofas.
      Parente próximo de Jesus Cristo, Judas e Simão.
      Deveria ser sobrinho de Virgem Maria e São Jose.
      Disputou com Matias a sucessão Apostólica de Judas Scariotes.
      Agora vamos passar para “Judas”; quem era esse Judas? Esse Judas será a pedra nos sapatos protestantes, pois ele é a maior prova de que na cultura Judaica (parente próximo) é considerado (Irmão), e na cultura Judaica essa regra vale até para pai e filho, pois pai e filho não deixam de ser parentes um do outro.
      Observem que Judas (também conhecido como Tadeu) era um dos (12) Apóstolos e era filho de Tiago Irmão do senhor.
      “13 Depois do amanhecer, chamou seus discípulos, e escolheu doze dentre eles, aos quais deu também o nome de apóstolos: 14 Simão, ao qual também chamou Pedro, e André, seu irmão; Tiago e João; Filipe e Bartolomeu; 15 Mateus e Tomé; Tiago, filho de Alfeu, e Simão, chamado Zelote; 16 Judas, filho de Tiago; e Judas Iscariotes, que veio a ser o traidor.” (Lucas capítulo 6)
      Prestem bem atenção nesse texto, pois São Lucas não deixa passar essa informação despercebida, observem que ele diz:
      Tiago era filho de Alfeo (Cleofas).
      Judas era filho de Tiago.
      Algumas traduções trazem uma adulteração onde diz que (Judas Irmão de Tiago), porém isso não é a tradução correta, no grego original não aparece a palavra (Adelphoi) que significa (Irmão) no grego.
      Bem, agora nós sabemos o porque São Marcos e São Mateus no seus Evangelhos esquecem de citar os nomes de “Judas e Simão” como também sendo filhos de Maria de Cleofas.
      “56. Entre elas se achavam Maria Madalena e Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu.” (Mateus capítulo 27)
      “40. Achavam-se ali também umas mulheres, observando de longe, entre as quais Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, o Menor, e de José, e Salomé” (Marcos capítulo 15)
      É bem simples entender isso.
      Se Judas era filho de Tiago, Maria de Cleofas era a sua Avó e não a sua mãe, e Jose era seu tio e não o seu irmão.
      Realmente eu não sei como os protestantes caem nas mentiras de seus pastores com seus versos isolados e fora dos contextos, ainda mais porque eles são adeptos da auto-interpretação Bíblica onde cada um tem o direito de interpretar a Bíblia ao seu bel prazer, sendo assim, essa informação não poderia ter passado despercebido.
      Agora chegou a hora de “Simão”; que era esse Simão? Esse personagem sim ficará nas escuras, pois nenhum texto Bíblico nos fornece qualquer informação sobre os seus pais, porém podemos concluir que se trata de mais uma parente próximo a família de Jesus Cristo, alguns teólogos chegaram a conclusão de que se trata de Simão Zelote que também era Apostolo e São Mateus diz que ele era de Cana da Galiléia:
      “4. Simão, o cananeu, e Judas Iscariotes, que foi o traidor.” (Mateus capítulo 10)
      Sendo ele cananeu, poderia muito bem ser parente de Jesus Cristo, pois foi o mesmo local onde aconteceram as bodas de Cana e alguns teólogos dizem ter sido o casamento de um parente próximo de Jesus Cristo.
      Bem, isso é só uma teoria, o que provamos aqui é que nenhum dos quatro supostos irmãos de Jesus Cristo são filhos de Virgem Maria Santíssima e São Jose.

      Lembrando que todo esse estudo sobre Judas se filho de Tiago é um estudo particular e não um ensino da Santa Igreja, a Santa Igreja segue a tradição de que “Tiago, Jose, Judas e Simão” eram filhos de Maria de Cleofas e Alfeo, seguindo assim os ensinamentos dos Pais da Igreja desde o primeiro século.
      Assim diz Papias no Século I:
      “(1) Maria, a mãe do Senhor; (2) Maria, a esposa de Cléofas ou Alfeu, que era mãe de Tiago, bispo e apóstolo, de Simão, de Tadeu e de um dos que se chamavam José; (3) Maria Salomé, esposa de Zebedeu, mãe de João, o evangelista, e Tiago; (4) e Maria Madalena. Estas quatro mulheres são encontradas no Evangelho. Tiago, Judas e José são filhos de uma tia do Senhor. Maria, mãe de Tiago, o menor, e José, esposa de Alfeu, era irmã de Maria, mãe do Senhor, e que João liga a Cléofas; eram irmãs por parte de pai, por parte da família do clã ou por outra ligação qualquer. Maria Salomé é chamada simplesmente por Salomé por causa de seu marido ou de seu vilarejo. Alguns afirmam que ela é a mesma pessoa que Maria de Cléofas, já que teria se casado duas vezes.” (Papias, explicações dos oraculos do senhor)
      Outros Padres da Igreja:
      “Como por uma virgem desobediente foi o homem
      ferido, caiu e morreu, assim também por meio de uma virgem obediente à palavra
      de Deus, o homem recobrou a vida. Era justo e necessário que Adão fosse
      restaurado em Cristo, e que Eva fosse restaurada em Maria, a fim de que uma
      virgem feita advogada de uma virgem, apagasse e abolisse por sua obediência
      virginal a desobediência de uma virgem.” (Santo Irineu 130-203 Contra Heresias L. 5, 19.1)
      “…corpo de Maria toda santa, sempre virgem, por uma
      concepção imaculada, sem conversão, e se fez homem na natureza, mas em separado
      da maldade: o mesmo era Deus perfeito, e o mesmo era o homem perfeito, o mesmo
      foi na natureza em Deus, uma vez perfeito e homem.” (Santo Hipólito 170-236 As obras e Fragmento VII)

      Referencias bibliográficas:
      Bíblia versão dos Monges de Maredsous (Bélgica) editora Ave Maria.
      Fragmentos de Papias, explicações aos oráculos do Senhor século (I).
      Carta contra heresias de Santo Irineu século (II).
      Fragmentos das obras de Santo Hipólito século (II).

    • Adiantou-se outro anjo e pôs-se junto ao altar, com um turíbulo de ouro na mão. Foram-lhe dados muitos perfumes, para que os oferecesse com as orações de todos os SANTOS no altar de ouro, que ESTÁ adiante doTRONO.
      4. A fumaça dos perfumes subiu da mão do anjo com as orações dos santos, diante de Deus.
      5. Depois disso, o anjo tomou o turíbulo, encheu-o de brasas do altar e lançou-o por TERRA; e houve trovões, vozes, relâmpagos e terremotos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here