Autor: Jurandir Dias   Vivemos num mundo cheio de paradoxos. Há pessoas, por exemplo, que são contra a pena de morte, mas a favor do aborto. Embora o aborto e a pena de morte matem pessoas, há uma diferença fundamental: enquanto o aborto mata uma pessoa inocente, a pena de morte mata...
O caso de N., de 11 anos, foi emblemático. Sumiu de casa, ninguém a achava no bairro; telefonaram às amigas, procuraram na escola, estudaram o percurso que fazia para esta, indagaram os vizinhos. Estava perdida. Ou ao menos, até que a mãe lembrou que ela passava horas diante do computador...