Quando toda a Europa viu-se excomungada

1

Grande_scisma_1378-361x278-1Houve uma época em que toda a Europa cristã ficou excomungada, sem que ninguém fosse herege. Tudo começou em 27 de março de 1378 quando, quatorze meses após seu regresso de Avinhão, o Papa Gregório XI veio a falecer em Roma. No conclave,  que se desenrolou pela primeira vez no Vaticano depois de 75 anos, participaram dezesseis dos vinte e três cardeais então existentes na Cristandade, a grande maioria dos quais franceses, consequência do longo período avinhonês.

No dia 8 de abril,  o Sacro Colégio elegeu para o sólio pontifício o Arcebispo de Bari, Bartolomeo Prignano, douto canonista de costumes austeros,  que não era cardeal e por isso estivera ausente do conclave. Naquele mesmo dia o povo irrompe no conclave, para reclamar a eleição de um Papa romano, mas os cardeais não ousaram anunciar a eleição já ocorrida, fazendo crer que o eleito havia sido o velho cardeal Francesco Tiabldeschi,  natural de Roma. Contudo, no dia seguinte, Bartolomeo Prignano foi entronizado, assumindo o nome de Urbano VI (1378-1389), e em 18 de abril era coroado regularmente em São Pedro.

Aconteceu, contudo, de se reunirem no mês de julho, na cidade de Anagni, doze cardeais franceses e o aragonês Pedro de Luna, que deram a lume em 2 de agosto uma declaratio na qual a Sé romana era definida como vacante, e a eleição de Urbano VI como inválida, porque extorquida pelo povo romano mediante rebelião e tumulto. Em 20 de setembro, na catedral de Fondi, foi eleito como novo Papa o cardeal Roberto de Genebra,  que tomou o nome de Clemente VII (1378-1394). Este último, após uma vã tentativa de ocupar Roma, sediou-se novamente em Avinhão, dando início ao “Grande Cisma do Ocidente”.

A diferença entre o Cisma do Ocidente e o Cisma do Oriente que em 1054 dividiu a Cristandade, é que este último foi um cisma no sentido verdadeiro e estrito do termo, uma vez que os ortodoxos se negavam e se negam reconhecer o Primado do Papa,  Bispo de Roma e Pastor da Igreja universal. O Cisma do Ocidente, pelo contrário, foi um cisma material, mas não formal, porquanto não houve da parte de nenhuma das duas facções vontade de negar o Primado pontifício. Urbano VI e Clemente VII, e  posteriormente seus sucessores, estavam convictos da legitimidade de sua eleição canônica e em nenhuma das partes  em  conflito havia erros doutrinários. Hoje a Igreja assegura que os Papas legítimos foram Urbano VI e seus sucessores, mas não era então fácil discernir o legítimo Vigário de Cristo.

urbain_vi
Papa Urbano VI

Em 1378 a Cristandade se divide assim  em duas “obediências”. Enquanto a França, a Escócia, Castela, Portugal, Saboia,  Aragão e Navarra reconheceram Clemente VII,  a Itália setentrional e central, o Império, a Inglaterra, a Irlanda,  a Boêmia, a Polônia e a Hungria permaneceram fiéis a Urbano VI. Durante  mais de quarenta anos os católicos europeus viveram um drama cotidiano. Não somente havia dois Papas e dois colégios cardinalícios, mas com frequência dois bispos numa mesma diocese, dois abades num mosteiro e  dois párocos numa paróquia. E como ambos os Papas se excomungaram reciprocamente e aos respectivos seguidores,  todo fiel na Cristandade achava-se excomungado por um deles.

Até os santos se dividiram. No lado oposto a Santa Catarina de Siena e a Santa Catarina da Suécia, filha de Santa Brígida, que sustentavam Urbano VI,  estavam  São Vicente Férrer, o bem-aventurado Pedro de Luxemburgo e  Santa Coleta de Corbie,  que aderiram à obediência de Avinhão.  A situação era confusa como nunca e não se podia encontrar uma saída.

Quando em 16 de setembro de 1394 morreu repentinamente Clemente VII,  Papa de Avinhão, pareceu ter chegado o momento de desatar o nó. Bastaria que os cardeais franceses não procedessem à eleição de um novo Pontífice e que o  Papa de Roma, Bonifácio IX (1389-1404), que sucedeu a Urbano VI, se demitisse. Em vez disso, os cardeais elegeram um novo Papa em Avinhão, Pedro de Luna, homem austero, mas obstinado, que reivindicou com força os seus direitos e reinou durante 22 anos com o nome de Bento XIII (1394-1422). Por sua vez, a Bonifácio IX sucederam os Papas “romanos” Inocêncio VII (1404-1406) e Gregório XII (1406-1415).

As discussões, entretanto, continuavam a se desenvolver entre os teólogos. O ponto de partida foi a famosa passagem do decreto de Graciano, que dizia: “O Papa tem o direito de julgar a todos, mas não pode ser julgado por ninguém, a menos que não se afaste da fé” (A nemine est judicandus, nisi deprehenditur a fide devius – Dist. 400, c. 6). A regra de que ninguém pode julgar o Papa (Prima sedes non judicabitur) admitia, e admite, uma só exceção: o pecado de heresia. Tratava-se de uma máxima sobre a qual todos estavam de acordo e que podia ser aplicada não só ao Papa herético, mas também ao Papa cismático. Mas quem era o culpado do cisma?

Muitos, para resolver o problema, caíram num erro grave e perigoso: a doutrina da conciliarismo, segundo a qual um Papa herege ou cismático pode ser deposto por um Concílio, porque a assembléia dos bispos é superior ao Papa. Os principais expoentes desta doutrina foram o chanceler da Universidade de Paris, Pierre d’Ailly (1350-1420), mais tarde cardeal de Avinhão, e o teólogo Jean Charlier de Gerson (1363-1429), que também foi reitor e professor da Universidade de Paris.

Essa falsa tese eclesiológica levou alguns cardeais das duas obediências a procurar a solução em um Concílio geral inaugurado em Pisa no dia 25 de março de 1409 com a finalidade de convidar os dois Papas a abdicar, e de depô-los caso se recusassem. Assim aconteceu. O Concílio de Pisa,  que se declarou ecumênico e representante de toda a Igreja universal, depôs os dois Papas rivais como “cismáticos e hereges”, e declarou vacante a Sé romana. Em 26 de junho, o Colégio dos Cardeais elegeu um terceiro Papa, Pietro Filargo, Arcebispo de Milão, que tomou o nome de Alexandre V (1409-1410) e foi sucedido no ano seguinte por Balthazar Cossa, que adotou o nome de João XXIII (1410-1415). O verdadeiro Papa só podia ser um, mas naquele momento não estava claro quem fosse, nem para os teólogos, nem para os fiéis.

João XXIII, com o apoio do imperador alemão Sigismund (1410-1437), tomou a iniciativa de um novo Concílio, que se abriu na cidade imperial de Constança no dia 5 de novembro 1414. O prelado tinha como objetivo ser reconhecido como o único Papa, confirmando o Concílio de Pisa, do qual extraía a sua legitimidade. Para este fim, ele havia criado muitos purpurados italianos, que o apoiavam. A fim de poderem vencer a maioria italiana, os franceses e os britânicos conseguiram fazer com que o voto fosse expresso não por capita singulorum, ou seja, por cabeça, mas por nationes, por grupos nacionais. Foi reconhecido direito de voto à França, à Alemanha, à Inglaterra, à Itália e, mais tarde,  à Espanha, as cinco maiores nações europeias desse tempo.

Tratou-se de um princípio profundamente revolucionário. Em primeiro lugar, as nações ou os partidos políticos entraram, de fato, vigorosamente na vida da Igreja, subvertendo a relação de dependência que sempre tiveram com Ela nas questões religiosas. Em segundo lugar e sobretudo, ao se pretender atribuir decisões deliberativas ao voto dos Padres conciliares, foi minado o princípio de que o Papa é o árbitro supremo, moderador e juiz do Concílio.

Ao perceber João XXIII que o Concílio não queria confirmá-lo como Papa, fugiu de Constança na noite de 20 para 21 de março de 1415, mas foi recapturado, deposto como simoníaco e pecador público, e excluído, juntamente com os outros dois Papas, da futura eleição.

Em 6 de abril de 1415 a Assembléia emitiu um decreto, conhecido como Haec Sancta, declarando solenemente que o Concílio, assistido pelo Espírito Santo, representava toda a Igreja militante e hauria seu poder diretamente de Deus; por isso todos os cristãos, inclusive o Papa, eram obrigados a obedecer-lhe. Completou-o em nível disciplinar o  decreto Frequens, de 9 de outubro de 1417, pelo qual os Concílios Ecumênicos deviam permanecer uma instituição eclesiástica estável e, em consequência, como escreve o historiador Hubert Jedin, “uma espécie de instância de controle sobre o papado”.

Haec Sancta é um dos documentos mais revolucionários da história da Igreja, porque nega o primado do Romano Pontífice sobre o Concílio. Este texto, reconhecido inicialmente como autêntico e legítimo, só mais tarde foi rejeitado pelo Magistério Pontifício.

Nessa situação caótica, o Papa romano Gregório XII concordou em abdicar. Foi a última renúncia ao trono papal anterior à de Bento XVI. Gregório XII perdeu todas as prerrogativas pontifícias, como sucede ao Papa que, por razões excepcionais, deixa o governo da Igreja. O Concílio reconheceu-o como cardeal e nomeou-o bispo de Porto e legado estável na Marca de Ancona, mas Gregório, antes que o novo Papa fosse eleito, morreu aos 90 anos em Recanati, em 18 de outubro 1417. Bento XIII,  o Papa de Avinhão, permaneceu inflexível, mas foi abandonado até mesmo pelos países da sua obediência, deposto como perjúrio, cismático e herético em 26 de julho de 1417.

Os cardeais das duas obediências reunidos elegeram finalmente, em 11 de novembro 1417, o novo Papa, Oddone Colonna, romano, que tomou o nome de Martinho V (1417-1431) em honra do santo que se festejava no dia da eleição. O Grande Cisma do Ocidente terminava e a paz parecia ter atingido a Igreja, mas o pós-Concílio reservava surpresas amargas ao sucessor de Martinho V.

1 COMENTÁRIO

  1. *

    Francisco abençoando
    casal de lésbicas abre
    caixa de Pandora?

    – FLASh

    http://fratresinunum.com/2016/01/11/bergoglio-o-papa-do-fim-do-mundo/
    https://youtu.be/-3jCFjuq5tQ

    *

    Estupram sofistas
    noção de um ato imoral
    intrinsecamente?

    – FLASh

    http://www.abim.inf.br/o-capitulo-viii-da-amoris-laetitia-nao-e-interpretavel-no-sentido-da-tradicao/#.VyxoF4

    Impunes fautores
    da orgia sexual fustigam
    aos conservadores?

    – FLASh

    http://m.folha.uol.com.br/ilustrada/2015/08/1674801-papa-francisco-apoia-polemico-livro-infantil-com-casal-gay.shtml?mobile
    http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/10/papa-teve-encontro-privado-com-casal-gay-diz-tv-americana.html
    http://br29.com.br/papa-francisco-se-disfarca-e-deixa-o-vaticano-na-calada-da-noite-para-visitar-moradores-de-rua/

    *

    Nacionais igrejas
    progressistas cabalando
    sionazi Kasper?

    Afastam aos fiéis
    protestantes europeus
    devassos pastores?

    – FLASh

    http://revculturalfamilia.blogspot.com.br/2015/03/relaxar-moral-e-pastoral-da-familia.html?m=1#.VPvK0DIa8fQ.facebook
    http://www.abim.inf.br/cardeal-kasper-reacende-o-debate-sobre-a-comunhao-para-os-divorciados/#.VjnrGqlTvqA
    http://revculturalfamilia.blogspot.com.br/2015/03/relaxar-moral-e-pastoral-da-familia.html?m=1#.VPvK0DIa8fQ.facebook

    *

    Poema
    de haicais,

    RACHADO SÍNODO?

    – Fernando L A Soares (FLASh)

    O importante Sínodo
    da Família, em Roma, enseja
    enorme polêmica?

    Anárquica flama
    da sexual revolução
    em mãos alemãs?

    Racham “kasperianos
    versus ratzingerianos”
    à pax romana?

    Com devassa face
    o arcebispo de Munique
    reencarna Lutero?

    Revolucionário
    tacape do cardeal Kasper
    profana ao santuário?

    Luterano “amor”
    aos pecadores adora
    na essência ao pecado?

    Audaz, alevanta
    sábia voz em prol de um só
    rebanho e pastor?

    Salve dom Chaput,
    o ultramontano arcebispo
    da Filadélfia, uai?

    Assumidos gays
    ditatorialmente aprontam
    final relatório?

    Vem o “vaticanleaks”
    divulgando preocupantes
    missivas ao Papa?

    Oitocentos mil
    católicos mundo afora
    rogam luz, Francisco?

    Papado enfraquece e
    resta “tudo como dantes
    no quartel de Abrantes”?

    A moral católica
    fica ao gosto do “local
    ordinário”, ora.

    – FLASh

    http://www.abim.inf.br/o-sinodo-malogrado-todos-derrotados-a-comecar-pela-moral-catolica/#.VjBYsSlTvqA
    http://www.abim.inf.br/ataque-do-cardeal-marx-ao-cardeal-pell-poderia-resultar-num-bumerangue/#.Vi9H1ilTvqA
    http://www.abim.inf.br/a-frincha-do-sinodo/#.ViDvwCm5fqA
    http://www.abim.inf.br/dom-chaput-arcebispo-de-philadelphia-recusa-no-sinodo-a-ideia-de-igrejas-nacionais/#comment-3613
    http://www.abim.inf.br/cardeal-kasper-brande-o-tacape-do-fundamentalismo/#.Vhvr6im5fqA
    http://www.abim.inf.br/cardeal-marx-faz-de-bobos-tanto-os-participantes-do-sinodo-quanto-os-fieis/#.Vhq6bym5fqA
    http://www.abim.inf.br/filial-suplica-quase-800-mil-assinaturas-sao-entregues-no-vaticano/#.Vhv9RCm5fqA
    http://www.abim.inf.br/ousara-o-cardeal-marx-enveredar-se-pela-via-especial-alema/#.ViqkX_c9aH5.twitter
    http://www.abim.inf.br/quando-os-bispos-vao-comecar-afinal-a-defender-os-catolicos-fieis-ao-magisterio-da-igreja/#.VjdimensA ?

    *

    A moura invasão
    vai riscar o cristianismo
    no mapa da Europa?

    Cristã nova pátria
    sem a islâmica tutela
    do terror, aceitas?

    – FLASh

    http://www.brasilpost.com.br/2015/09/06/papa-francisco-refugiados_n_8095296.html
    http://www.cartacapital.com.br/revista/869/francisco-o-reformador-3644.html?utm_content=bufferd04d8&utm_medium=social&utm_source=twitter.com&utm_campaiglançand
    http://pt.aleteia.org/2015/02/22/sao-pedro-joao-paulo-ii-bento-xvi-e-francisco-papas-decepcionantemente-humanos/

    *

    Ao Papa suplica
    moribundo verde engodo
    salvífica bênção?

    – FLASh

    *

    Poema
    de haicais,

    ALOPRANTE VERDE?

    – Fernando L A Soares (FLASh)

    Gramsciana magia
    manjada vermelha cor
    não transforma em verde?

    Esverdeando oculta
    rubro assustador pendão
    à foice e martelo?

    Até ao arco-iris
    em polêmica bandeira
    saturando o verde?

    Judeu-cristianismo
    deu à luz moderna ciência
    com verde DNA?

    Carentes de empírica
    maturação teses viram
    teosóficos dogmas?

    À verde utopia
    Pontifícia Academia
    de Ciências aceita?

    Aloprante verde
    tornando-se a cor da moda
    resistir quem ousa?

    – FLASh

    http://veja.abril.com.br/noticia/mundo/para-demonstrar-poder-putin-faz-todo-mundo-esperar-ate-o-papa
    http://www.abim.inf.br/degradacao-sem-precedentes-no-imperio-de-putin/#.VggjUim5fq

    *

    Autor do “presente”
    de Evo, el cocalero, ao Papa
    é um padre jesuíta?

    Serpentes infiltra
    paraguaia bruxaria
    na missa do Papa?

    – FLASh

    Pontifícias visitas ao Equador,
    Bolívia e Paraguai
    http://www.acidigital.com/americadosul2015/
    https://m.facebook.com/ocatequista
    http://www.acidigital.com/noticias/papa-francisco-deixa-na-bolivia-as-condecoracoes-que-recebeu-de-evo-morales-48807/

    *

    Jogo de cintura
    do papa Francisco frustra
    cisma ambientalista?

    – FLASh

    https://m.facebook.com/PapaFrancescoJorgeBergoglio?refid=9&_rdr#_=_

    *

    Com aloprante afã
    o ateu ambientalismo
    à “mãe Gaia” adora?

    – FLASh

    http://m.agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2015-08/fdslideres-religiosos-debatem-no-rio-contribuicoes-para-mudancas-climatica
    http://www.institutoliberal.org.br/blog/os-pobres-nao-tem-qualquer-chance-fora-do-capitalismo

    *

    Em tempo,

    Cabalistamente
    vagando no espaço e tempo
    diabólico afã?

    Ecoam pastores
    revolta contra a Rainha
    dos Anjos no céu?

    – FLASh

    *

    Poema
    de haicais,

    ENGOLFANTE ISLÃ?

    – Fernando L A Soares (FLASh)

    Siameses gêmeos
    “tempo & matéria” inexistem
    noutra dimensão?

    “Fiat Lux” criadora
    vontade ordenando surge
    “Big Bang” no caos?

    Contínua expansão
    do Universo reiniciada
    em negros buracos?

    A dança dos astros
    biológica evolução
    de espécies pautando?

    Divina Trindade
    careceria humanar-se
    para ser feliz?

    Como comprovar
    o espontâneo amor dos anjos
    e não de robôs?

    À humana Rainha
    do Céu gritando “Non Serviam”
    falange mesquinha?

    Revolta de Lúcifer
    perpetuando adoradores
    do bezerro de ouro?

    Odientos sequazes
    da serpente aos da Mulher
    previne Javé?

    Voz deserto ecoa
    de Cristo, “Não tentarás
    ao Senhor teu Deus”?

    Vendilhões expulsos
    do Templo embuçadamente
    cabalam vingança?

    Sangue do Cordeiro
    ofertando no calvário
    Mãe co-Redentora?

    Transgênicas flores
    no jardim da Sinagoga –
    cristãs heresias?

    Pregado na cruz
    sionista protestantismo
    adora ao Messias?

    Mouro bumerangue
    lançado aos cristãos voltando
    a Israel inferniza?

    Prevê Nostradamus
    ao mundo engolfando o Islã
    em novo milênio?

    Voz ecoa em Fátima –
    “Por fim meu Imaculado
    Coração triunfará”.

    – FLASh

    http://www.megacurioso.com.br/fisica-e-quimica/85551-para-o-meu-pai-o-tempo-nao-existe-e-a-explicacao-dele-e-superlegal.htm

    *

    Feito águas do mar
    graças todas ajuntando
    Deus não criou Maria?

    – Luís de Montfort (byFLASh)

    *

    Soneto

    INVEJADAS MÃES?

    – Fernando L A Soares (FLASh)

    Javé, pousando embevecido olhar
    no amor de mãe que vida garantia,
    decide então acima de anjos criar
    Aquela que seu Filho hospedaria.

    Divina obra-prima faz bufar
    soberbo Lúcifer, contra Maria
    inconfidência insiste em cabalar,
    jamais Rainha humana aceitaria!…

    Resgata humanos seres do pecado
    – não fez o diabo de Eva e Adão joguete? –
    co-Redentora oferta do Crucificado.

    Desesperado Judas, o alcaguete,
    acaso aos pés da Virgem Mãe prostrado
    perdão teria, como o herói de Goethe?

    – FLASh

    *

    Desfibrados jovens
    irlandeses aprovando
    casamento gay?

    Comunista & moura
    iridescência às boiolas
    mariposas queima?

    – FLASh

    *

    Soneto

    ODIADA VIRGEM MARIA?

    – Fernando L A Soares (FLASh)

    Rainha humana segue renegando
    rebelde Lúcifer e astutas metas
    sionista mídia insana executando
    acaso ainda há católicos ascetas?

    Se odiar à Virgem Mãe é a voz de mando,
    dizendo amar Jesus, falsos profetas
    querem poder político e ao seu bando
    total apoio dão forças secretas.

    Dóceis currais de votos, não preparam
    os “donos da verdade” em seus redutos
    fanáticos sequazes que pescaram

    e outrora doces almas viram brutos
    cristãos que com soberba ensimesmaram?
    Má árvore não pode dar bons frutos.

    – FLASh

    *

    Pastoral desastre
    conciliador de Leão XIII
    repete Francisco?

    – FLASh

    http://www.abim.inf.br/livro-denuncia-o-desastre-pastoral-do-ralliement-de-leao-xiii/

    *

    Fernando Lopes de Almeida Soares
    (FLASh) IFP/RJ 2477412
    Rua Joanésia, 316 ap 301 Serra
    30240-030 Belo Horizonte. MG
    poetafernandosoares@gmail.com
    facebook.com/cronipoeta
    cronipoesias.blogspot.com
    @twiflashes
    WhatsApp etc 319 9882 5505 Oi?

    *

    ######################

    *

    Nova Ordem Mundial
    sublima o Papa pregando
    devoção à Virgem?

    Santa Missa reza
    Francisco aos pés da Padroeira
    de Cuba, em Santiago?

    – FLASh

    https://youtu.be/IBQF96djnYw

    *

    Cristo é a basilar
    pedra na Igreja Católica
    e o Papa a angular?

    Ponto de equilíbrio
    no templo, às cristãs ovelhas
    apascenta Pedro?

    – FLASh

    Vide https://medium.com/@carlosramalhete/hagan-l%C3%ADo-8aace9d00532. e a mensagem do príncipe dom Bertrand de Orleans e Bragança ao papa Francisco https://youtu.be/nJR95DZzQ80

    *

    Filosófica
    prosa,

    REACIONÁRIOS PAPAS?

    – Fernando L A Soares (FLASh)

    Não é que os atilados Sumos Pontífices, desde o surgimento, consideraram toda e qualquer insidiosa forma de socialismo ou comunismo absolutamente incompatíveis com a doutrina católica?

    Se não, vejamos:

    • Na encíclica Qui Pluribus (1846) não declara Pio IX que essas nefandas doutrinas socialistas ou comunistas, além de sumamente contrárias ao direito natural, uma vez admitidas levariam a uma radical subversão da própria sociedade humana?

    • Na encíclica Rerum Novarum (1891) não considera Leão XIII a idéia socialista de propriedade coletiva absolutamente nefasta, sobretudo àqueles a quem pretenderia socorrer e, além de contrária aos direitos naturais dos indivíduos, desnaturando as funções do Estado, perturbadora da frutífera harmonia social?

    *

    Salvação nenhuma
    há para os pobres, senão
    o capitalismo?

    Sopa de letrinhas
    nutrindo turrões avessos
    ao lucro ou prejuízo?

    Voraz olho gordo
    pousando na sobremesa
    alheia, Pessoa?

    – FLASh

    http://www.institutoliberal.org.br/blog/os-pobres-nao-tem-qualquer-chance-fora-do-capitalismo/

    *

    • Na encíclica Quadragesimo Anno (1931) não afirma Pio XI ser o socialismo – enquanto ideologia, fato histórico ou ação – inconciliável com a doutrina católica, concebendo uma sociedade avessa ao ideal de harmoniosa fraternidade cristã, e também que o chamado “socialismo religioso” mescla termos gritantemente contraditórios, pois ninguém pode ser ao mesmo tempo bom católico e autêntico socialista?

    • Na encíclica Divini Redemptoris (1937) não demonstra Pio XI ser o comunismo um sistema cheio de erros e sofismas e que – igualmente oposto à revelação divina e à humana razão – além de abalar os fundamentos da sociedade, subverte a ordem social com deturpadas concepções de origem, natureza e função do Estado, traiçoeiramente enfim negando os sagrados direitos à dignidade e liberdade da pessoa humana?

    • Em 1949, com aprovação de Pio XII, não emitiu o Santo Ofício um novo decreto declarando automaticamente excomungados os comunistas apóstatas da fé católica?

    • Na encíclica Mater et Magistra (1961) não reafirma João XXIII haver entre as noções de comunismo e cristianismo uma oposição radical, sendo ademais inconcebível que um “socialismo moderadamente católico” considere o ateu bem-estar como objetivo supremo da sociedade – ou almeje uma organização social tendo a produção como fim único, mas não sem grave prejuízo da liberdade humana – igualmente menosprezando o princípio de legítima autoridade social?

    • Pois não é quem 1984 o “rotwailler” chefe da Congregação para a Doutrina da Fé, cardeal Joseph Ratzinger (futuro Bento XVI) e com aprovação de João Paulo II, emitiu uma fulminante instrução às esquerdizantes teses ou correntes feito a “boffiana” Teologia da Libertação – eis que desde as origens e sobretudo nos últimos anos o socialismo astutamente se diversificando no ambiente eclesiástico deu origem a rivais interpretações – todas elas afinal marxistamente incompatíveis com a cristã concepção do homem e da sociedade?

    • Atualizando na sábia encíclica Centesimus Annus (1991) os luminares princípios da Rerum Novarum, não salienta João Paulo II haver no socialismo um erro intrínseco de caráter antropológico – considerando o ser humano simples molécula social subordinada às conveniências econômicas, incapaz portanto de livre arbítrio ou autônomas decisões morais inspiradoras do ordenamento social – daí as absurdas restrições à opinião e à propriedade privada, sendo a causa primeira de tamanha subjetividade o conexo ateísmo com o iluminista racionalismo, ao conceber uma ordem humana meramente mecanicista?

    • Aliás, o Catecismo da Igreja Católica (1992) didaticamente não informa que as ideologias totalitárias e atéias todas – associadas em tempos modernos aos termos socialismo ou comunismo – foram sempre condenadas pelos históricos sucessores do apóstolo a quem Jesus Cristo entregou as chaves do céu?

    —————

    Pio XII, o supremo inimigo
    do comunismo?
    http /youtu.be/aSTzxum6kT4

    *

    Em tempo,

    Oitocentos mil
    católicos mundo afora
    rogam luz ao Papa?

    – FLASh

    http://www.abim.inf.br/filial-suplica-quase-800-mil-assinaturas-sao-entregues-no-vaticano/#comment-3509

    *

    Pastoral desastre
    conciliador de Leão XIII
    repete Francisco?

    – FLASh

    http://www.abim.inf.br/livro-denuncia-o-desastre-pastoral-do-ralliement-de-leao-xiii/

    *

    Fernando Lopes de Almeida Soares
    (FLASh) IFP/RJ 2477412
    Rua Joanésia, 316 ap 301 Serra
    30240-030 Belo Horizonte, MG
    poetafernandosoares@gmail.com
    facebook.com/cronipoeta
    cronipoesias.blogspot.com
    @twiflashes
    WhatsApp etc 319 9882 5505 Oi?

    .

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.