Nada justifica o aborto provocado

1

“A Igreja afirmou, desde o século I, a malícia moral de todo o aborto provocado. E esta doutrina não mudou. Continua invariável. O aborto direto, isto é, querido como fim ou como meio, é gravemente contrário à lei moral” – Catecismo da Igreja Católica

downloadJornais, televisões, rádios e internet noticiaram abundantemente, dias a fio, o caso de uma adolescente frequentadora de bailes funk e usuária de drogas, que sofreu um estupro coletivo no Rio de Janeiro, em 21 de maio último. Algumas notícias falam em 30 agressores, outras dizem mais modestamente tratar-se de três ou quatro. Fala-se ainda que teria sido uma guerra de gangues. No momento em que escrevemos, os fatos ainda não estão inteiramente elucidados.

Seja como for e quaisquer que sejam as condições, o estupro é sempre condenável e os fautores desse crime devem ser punidos. Até aí, nada de novo.

Mas o que pareceu estranho foi a avalanche de notícias, comentários, cartas etc. que esse fato reprovável ocasionou, grande parte dos quais tinha um mal disfarçado fim: defender a prática do aborto em casos de estupro, como se um crime justificasse outro!

Mas a onda propagandista foi ainda mais longe, pedindo que fossem ampliados os casos em que o aborto não é penalizado – e não apenas quando ocorre estupro.

Fica a impressão de que o altamente condenável estupro coletivo foi utilizado pela corrente abortista como uma ocasião propícia para fazer sua propaganda malévola, mais preocupada estava ela em propagar a interrupção voluntária da gravidez que em condenar o pecado de estupro.

*     *     *

A pressão do lobby que propugna a matança de inocentes no seio materno vai tão longe, que busca forçar mudanças de posição até em representantes de setores públicos. Compare o leitor estas duas notícias abaixo.

* “Apresentada nesta terça-feira, 31, como a nova gestora da Secretaria de Políticas para Mulheres, a ex-deputada federal Fátima Pelaes (PMDB-AP) é evangélica e não concorda com a descriminalização do aborto. Ela já se manifestou contra o procedimento inclusive em casos de estupro”. (“O Estado de S. Paulo”, 31-5-2016)

* No dia seguinte, após grande pressão do lobby abortista: “A secretária de Políticas para as Mulheres, Fátima Pelaes, emitiu uma nota nesta quarta-feira (1) defendendo o direito de aborto para mulheres que engravidaram após serem estupradas. O conteúdo da nota representa um recuo de Pelaes que, quando era deputada federal, havia se manifestado contra o direito de aborto para vítimas de estupro. (“UOL Notícias”, 1º/6/2016)

*                          *                          *

O Catecismo da Igreja Católica é bem claro:

“2270. A vida humana deve ser respeitada e protegida, de modo absoluto, a partir do momento da concepção” […]

“2271. A Igreja afirmou, desde o século I, a malícia moral de todo o aborto provocado. E esta doutrina não mudou. Continua invariável. O aborto direto, isto é, querido como fim ou como meio, é gravemente contrário à lei moral […]

“2272. A colaboração formal num aborto constitui falta grave. A Igreja pune com a pena canônica da excomunhão este delito contra a vida humana”.

Diante de tantas pressões abortistas e tantas concessões, recorramos às esclarecedoras palavras do Profeta Isaías: O Senhor chamou-me desde o útero, e do ventre da minha mãe chamou-me pelo meu nome” (Is 49,1).

1 COMENTÁRIO

  1. *

    Tsunâmica lama?
    “Está é a obra da República”,
    Rui Barbosa exclama.

    O infausto regime
    posivista clamando
    desproclamação?

    Cruzeiro do Sul
    abençoando monárquico
    retorno ao futuro?

    – FLASh

    *

    Palavras comovem
    e exemplo arrasta na Pátria
    Educadora, Dilma?

    Sermão da Montanha
    ecoando um professor
    aos jovens encanta?

    Nipônico “Filho
    do Sol” não é que se inclina
    apenas aos mestres?

    Ofício mais nobre
    que educador desconhece
    dom Pedro II?

    Docentes no Império
    ganhavam seis vezes menos
    que o maior salário?

    – FLASh

    http://maurodemarchi.tumblr.com/post/132464146740/pr%C3%ADncipes-do-jap%C3%A3o-em-visita-ao-paran%C3%A1-recusam
    http://monarquista.com.br/a-monarquia-e-os-professores/

    *

    Uma Escola sem
    Partido é “coisa de filho
    da puta”, Requião?

    – FLASh

    https://m.facebook.com/escolasempartidooficial/

    *

    JUIZ-FORANOS EDIS

    Com medo de votar um assunto polêmico às vésperas das eleições?

    Pois saibam que a grande maioria dos eleitores é conservadora e não aceita uma sionazi-aloprante ideologia de gênero e muito menos desperdiçadas aulas defendendo aos corruPTubarões LuDilma et caterva ou caluniando Sérgio Moro, herói nacional.

    Com certeza perderão prestígio sim, aqueles que votarem contra a “Escola Sem Partido” que garante uma legítima ascendência da família na formação cívica e moral de seus filhos, respeitando históricos valores e tradições tupiniquins.

    Nenhum professor tem o direito de obstinadamente influenciar ou cooptar seus alunos em prol de ideologias espúrias, uai?

    Auspiciando um saudável amanhã aos nossos filhos em grandiosa Pátria, votem pela “Escola Sem Partido”.

    *

    Imbecilizante
    pedagogia escolar
    sionazi-petista?

    – FLASh

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Pedagogia?wprov=sfla1
    https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1697934940449506&id=100006990498330

    *

    SAUDOSA EDUCAÇÃO?

    Antigamente se ensinava e cobrava Tabuada, Caligrafia,
    Redação…

    Havia aulas de Ginástica, Educação Moral e Cívica,
    Práticas Agrícolas e Industriais, além de hasteada Bandeira ao som do Hino Nacional uma vez por semana.

    Leiam o relato de uma
    Professora de Matemática:

    Semana passada, comprei um produto que custou R$ 15,80.
    Dei à balconista
    R$ 20,00
    e peguei na minha bolsa
    80 centavos, para evitar receber ainda mais moedas.
    A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina registradora, aparentemente sem saber o que fazer.
    Tentei explicar que ela tinha que me dar 5,00 reais de troco, mas ela não se convenceu e chamou o gerente para ajudá-la. Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela aparentemente continuava sem entender.

    Por que estou contando isso? Porque me dei conta da evolução do ensino de matemática desde 1950, que foi assim:

    ✔ 1. Ensino de matemática em 1950:
    Um lenhador vende um carro de lenha por
    R$ 100,00. O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda. Qual é o lucro?

    ✔ 2. Ensino de matemática em 1970:
    Um lenhador vende um carro de lenha por
    R$ 100,00. O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda ou
    R$ 80,00. Qual é o lucro?

    ✔ 3. Ensino de matemática em 1980:
    Um lenhador vende um carro de lenha por
    R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Qual é o lucro?

    ✔ 4. Ensino de matemática em 1990:
    Um lenhador vende um carro de lenha por
    R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Escolha a resposta certa, que indica o lucro:
    ( )R$ 20,00
    ( )R$ 40,00
    ( )R$ 60,00
    ( )R$ 80,00
    ( )R$ 100,00

    ✔ 5. Ensino de matemática em 2000:
    Um lenhador vende um carro de lenha por
    R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. O lucro é de R$ 20,00. Está certo?
    ( )SIM
    ( ) NÃO

    ✔ 6. Ensino de matemática em 2009:
    Um lenhador vende um carro de lenha por
    R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
    ( )R$ 20,00
    ( )R$ 40,00
    ( )R$ 60,00
    ( )R$ 80,00
    ( )R$ 100,00

    ✔ 7. Em 2015….:
    Um lenhador vende um carro de lenha por
    R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
    (Ou marque qualquer coisa, já que não posso te reprovar mesmo)
    ( )R$ 20,00
    ( )R$ 40,00
    ( )R$ 60,00
    ( )R$ 80,00
    ( )R$ 100,00
    (…)

    E se um moleque resolver pichar a sala de aula e a professora fizer com que ele pinte a sala novamente, os pais ficam enfurecidos pois a professora provocou traumas na criança.

    Todo mundo está ‘pensando’ em deixar um planeta melhor para nossos filhos…
    Quando é que alguém ‘pensará’ em deixar filhos melhores para o nosso planeta?”

    *

    Que tal restaurar
    nosso exitoso monárquico
    parlamentarismo?

    – FLASh

    http://www.noticiasaominuto.com.br/politica/168061/dilma-pede-colaboracao-das-forcas-armadas-para-um-pais-mais-democratico
    https://m.facebook.com/Brasil.Monarquia/photos/a.496362127075804.120713.496314417080575/1052576171454394/?type=3

    *

    Fernando Lopes de Almeida Soares
    (FLASh) IFP/RJ 2477412
    Rua Joanésia, 316 ap 301 Serra
    30240-030 Belo Horizonte, MG
    [email protected]
    facebook.com/cronipoeta
    cronipoesias.blogspot.com
    @twiflashes
    WhatsApp etc 319 9882 5505 Oi?

    .

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here