Em 732 a situação da Europa inspirava as piores apreensões. À anarquia feudal somavam-se as invasões. Pelo Norte, em geral por via marítima e fluvial, os vikings desciam saqueando, incendiando e massacrando cidades e campos. Da Europa Oriental vinham os saxões e ainda outros povos bárbaros ávidos de sangue e...
continuação do post anterior: Rei enquanto santo e santo enquanto rei Em 1237, o novo rei investiu seu irmão Afonso como conde de Poitiers, um riquíssimo, brilhante e populoso feudo. Mas, infelizmente, um ninho de revoltas da nobreza local! Atiçados pelo rei Henrique III, da Inglaterra, que sonhava ser rei da...
Domingo, 7 de Junho, às 12h, na Igreja do Outeiro da Glória, no Rio de Janeiro: Santa Missa pelo pelo natalício do Chefe da Casa Imperial, Dom Luiz de Orléans e Bragança.
Vencidos os tempos caóticos típicos do início da Idade Média, os nobres que viviam nos castelos-fortalezas foram reformando seus castelos e lhes dando o ar elegante e maravilhoso que hoje contemplamos. A nobreza continuou assim vivendo no meio do campo numa residência muito boa. Os castelos na Idade Média, de início...
A nobreza do campo se encontrava com alguma frequência com a nobreza de cidade. Mas os desentendimentos entre uns e outros não eram pequenos. A nobreza da cidade tinha como objetivo a cultura, o brilho e a delicadeza, enquanto a nobreza do campo privilegiava a força, a capacidade de dirigir, de...