Na Idade Média foram compostas muitas músicas e poesias religiosas em louvor do Santíssimo Sacramento. Esta grande devoção teve, aliás, imenso incremento no período medieval. Podemos então dizer que ela ‒ aperfeiçoada pela Contra-Reforma ‒ chegou até nós impregnada do perfume da Idade Média. A presencia real de Nosso Senhor Jesus Cristo,...
A devoção à Virgem predispõe os medievais ainda um tanto rudes à delicadeza, à piedade, à proteção dos fracos, ao respeito das mulheres. Traz em si uma virtude de civilização e de cortesia. Os testemunhos disso são infinitos e encantadores. Imagine-se que no século XII um monge de Saint-Médard,...
Há entre o político que ascende aos mais altos graus da admiração, munido de profundos conhecimentos filosóficos, jurídicos e sociais, e o político que leva às eminências do poder, como única bagagem, uma pequena cultura e uma grande ambição, a mesma diferença que existe entre o médico e o...
Certa feita, o conde Lucanor afastou-se com seu conselheiro Patronio e lhe falou assim: – Patronio, eu confio muito em seu juízo. E sei que você sabe aconselhar como nenhuma outra pessoa no mundo. Por isso vos peço aconselhar-me como melhor sabes no que vou dizer agora. Você sabe muito bem...
Alguém afirmou espirituosamente, no fim do século passado, que “no Brasil o fundo do poço é sempre uma etapa intermediária”… Somente no Brasil? Somente no fim do século passado? Seja como for, essa proximidade do fundo do poço conosco faz pensar. E o tema que vem à cabeça, imediatamente, imperiosamente, é...
Flávio Valério Constantino nasceu em Naissus (hoje Nisch, na Sérvia) cerca de 273 d.C., filho de Constâncio Cloro, oficial do exército romano declarado César (1) e depois Imperador, e de Flávia Helena (Santa Helena), mulher de origem humilde, mas de notável caráter e grande habilidade. Constantino foi para a corte...
Em 732 a situação da Europa inspirava as piores apreensões. À anarquia feudal somavam-se as invasões. Pelo Norte, em geral por via marítima e fluvial, os vikings desciam saqueando, incendiando e massacrando cidades e campos. Da Europa Oriental vinham os saxões e ainda outros povos bárbaros ávidos de sangue e...
Nas ruidosas cidades medievais, onde fervilhava uma população incessantemente atarefada, a voz dos sinos contava as horas, e também isso fazia parte do “fundo sonoro”. O ângelus — de manhã, ao meio-dia e à noite — marca as horas de trabalho e de repouso, desempenhando o papel das modernas sirenes...
Enrique, conde de Champagne e Brie foi chamado o conde Enrique o Largo, e ele mereceu bem esse nome, pois ele foi largo com Deus e com os homens. Que foi generoso em relação a Deus atestam-no a igreja de Santo Estevão de Troyes e as outras igrejas que ele...
Não deixar o patrimônio enfraquecer, tal é realmente o fim a que visam todos os costumes medievais. Por isso havia sempre um único herdeiro, pelo menos para os feudos nobres. Temia-se a fragmentação que empobrece a terra,dividindo-a ao infinito. O parcelamento foi sempre fonte de discussões e de processos, além...